sexta-feira, janeiro 05, 2007

Buri daikon (cozido de nabo com peixe olho-de-boi)



Minha querida amiga Mamy-chan presenteou-me com este livro de culinária japonesa. Adorei as receitas, todas de comidas bem tradicionais, e mais ainda por serem todas traduzidas em inglês.Como não sei 100% da língua japonesa volta e meia estou a procurar no dicionário alguma palavra ou expressão.
Além disso, o livro vem cheio de dicas e coisinhas que na maioria das receitas não são revelados, os tais "segredos da culinária". Achei este livro bárbaro também por dar alguns conselhos de etiqueta: o que não fazer com hashis (os palitinhos de comer), modo de tomar sopa, chá.... enfim, uma fonte a ser consultada sempre!
Mamy-chan, já agradeci e torno a dizer "doomo arigatou!!!!"
Para estréia, escolhi esta receita por estarmos na época deste peixe. Não sei se é facilmente encontrado no Brasil, mas nós gostamos bastante dele. É bem carnudo e tem bastante gordura também. Mas não se preocupe, é rico em gordura boa para o coração! ;-)
Costumamos prepará-lo na grelha do forno, só polvilhado de sal grosso. Fica uma delícia!
Este cozido ficou no ponto, não muito doce e a quantidade também é ideal para um casal. Se for preparado de véspera, o caldo penetrará melhor no nabo e no peixe ficando melhor ainda!



Buri daikon

2 postas de peixe olho-de-boi
300g de nabo
1 pedaço de gengibre (uma bolotinha)
água da lavagem do arroz
400ml de caldo de peixe (usei água mais 1 colher de chá de hondashi, caldo de peixe granulado)
1 colher (sopa) de saquê
1 1/2 colher (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de mirin
2 1/2 colheres (sopa) de shoyu

Corte o nabo em fatias de 2 a 3 cm e corte ao meio formando meia-luas. Apare as beiradas do nabo, arredondando-as. Fazendo isso, o nabo não vai se esfacelar durante o cozimento.
Coloque o nabo numa panela e cubra com água da lavagem do arroz. Caso não tenha, coloque um pouquinho de arroz na panela. Leve ao fogo para cozinhar e deixe até que um palito atravesse o nabo com facilidade. Deixe esfriando nesta água mesmo.
Enquanto isso, corte as postas do peixe em 3 pedaços.
Coloque uma outra panela com água para ferver. Quando ferver, coloque os pedaços de peixe e dê uma rápida cozida, coisa de 1 minuto. Tire os pedaços de peixe e coloque diretamente numa vasilha com água com gelo. Este processo vai tirar a gordura em excesso do peixe, tirar sujeiras e também o cheiro forte do peixe.
Coloque os 400ml de dashi ou água numa outra panela, junte o nabo lavado em água corrente, os pedaços de peixe escorridos e leve ao fogo forte.
Quando ferver, junte o hondashi se for o caso, o saquê e o açúcar. Diminua o fogo para médio e deixe cozinhando por 5 minutos. Em seguida, junte o mirin, o gengibre cortado em lascas finas e o shoyu. Cubra com uma tampa menor que a panela ou faça uma tampa de papel manteiga ou papel alumínio. Deixe cozinhando até que o nabo fica de cor caramelada.

7 comentários:

Paula disse...

Akemi, quanta coisa boa. Como vc facilita a minha vida na cozinha!!! Quando não sei o que fazer e preciso de inspiração, entro no seu blog e resolvo o meu problema. Obrigada amiga, tenha um ótimo "final e começo" de semana.

Karen disse...

Qual será a função da água de arroz para cozinhar o nabo? Fiquei curiosa.
Acho que com bonito também deve ficar bom, o olho de boi tem uma carne mais escura não é mesmo? Meu pai sempre preparava pratos assim quando eu era criança, e eu não comia, quando penso nisso...

márcia disse...

puxa... vc está tao light... mas é bom variar um pouco... vamos voltar a dieta... pelo menos eu preciso!!!! *r bjs

Regina disse...

Bem, sou suspeita com comida japonesa, adoro tudo. Não conhecia esse peixe, tem uma carne bem firme pela foto. E qto à etiqueta sempre ouvi falar q japonês deve fazer barulho qdo toma sopa, sinal de q está gostando, é verdade?

Akemi disse...

Querida Paula, sempre gentil! Desejo um ótimo final de semana pra ti tbm!

Karen, o arroz ou a água da lavagem é para deixar o daikon branquinho. Depois de cozido com os temperos ele não fica pretão por inteiro, dando uma aparência feia.
E hoje, vc gosta de pratos assim?

Márcia, tenho que ir revertendo os excessos do feriado também!

Regina, é verdade sim, mas este é um hábito que eu não consigo incorporar. Vamos ver se posto algumas regrinhas de etiqueta na Cozinha da Dekassegui, ele anda tão abandonado!

Karen disse...

Hoje eu gosto sim, só preciso fazer mais!

valentina disse...

Clarice, que deli. Achei muito interessante ter saque. Vou tentar descobrir qual o equivalente deste peixe por aqui.bjs

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails