domingo, outubro 29, 2006

Subuta



Este prato chinês é muito apreciado aqui. Consiste em pedaços de carne de porco com legumes refogados envolvidos num molho agridoce.
Nunca havia comido este prato antes de vir para cá. Fui apresentada a ele de forma dramática no nosso "bentô", a famigerada marmita japonesa. Atualmente o bentô vem servido em pratos na fábrica, mas antigamente vinha numas caixinhas fechadas, verdadeiras caixas surpresa. Nunca sabíamos o que iríamos ter que encarar para o almoço. Certa vez, tirei a tampa e lá estava o subuta. Olhei e achei que fosse o molho do yakisoba, sem o macarrão. Ao comer, que decepção! Uma meleca azeda, simplesmente intragável!
Geralmente quando não gostamos do prato da primeira vez e difícil querer repetir. Fiquei anos sem comer subuta. Mas tanto falavam desse prato, tanto mostravam nos programas culinários daqui que pensei que não era possível uma coisa tão horrível ser tão apreciado assim.
Até meu marido que é enjoado para pratos meio adocicados sempre comentava que gostava quando aparecia em seu bentô.
Resolvi então procurar uma boa receita e encontrei esta num site da internet de celular. Para minha surpresa, este subuta em nada se parece com a meleca azeda do bentô. Não é exageradamente azedo mas quem gostar assim pode aumentar a quantidade de vinagre na receita. Deste subuta eu gostei! Ótimo para se comer com arroz branco!

Subuta

200g de carne de porco (lombo ou pernil)
2 colheres (chá) de saquê
sal e pimenta do reino a gosto

1 cenoura média
1/2 pimentão vermelho
1 pimentão verde
1 cebola pequena
6 shiitakes frescos
1 pacote de broto de bambu pré-cozido (100g)

Massinha para envolver a carne:
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de katakuriko (fécula de batata)
1 gema
20ml de água

Molho agridoce:
60ml de catchup
60ml de vinagre de arroz
60ml de água
3 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (sopa) de saquê
4 colheres (chá) de caldo de galinha em pó (torigará suupu no moto)
1/2 colher (chá) de sal
1/2 colher (sopa) de katakuriko
1 colher (chá) de óleo de gergeli,
óleo suficiente para fritar carne e saltear os legumes

1. Afervente o broto de bambu, escorra e pique em cubos de 2cm. Corte a cebola, os pimentões em quadrados. Tire o talo do shiitake e corte em cruz. Descasque a cenoura, corte ao meio no sentido do comprimento e fatie na diagonal. Coloque numa panela com água e leve ao fogo só até ferver a água. Escorra e reserve.

2. Misture todos os ingredientes da molho e reserve.

3. Corte a carne de porco em cubos de 2cm e tempere com o saquê, sal e pimenta. Deixe tomando gosto por alguns minutos. Em seguida, junte os demais ingredientes da massinha e misture bem. Frite em óleo abundante no fogo baixo (160oC) até ficarem corados. Retire e reserve.

4. Dê uma salteada nos legumes numa frigideira bem quente com um pouco de óleo. Faça de 2 legumes por vez para não juntar água.

5. Volte todos os legumes e a carne na frigideira. Despeje o molho e misture bem até adquirir cremosidade. Desligue o fogo, coloque o óleo de gergelim e misture bem. Sirva em seguida.

14 comentários:

valentina disse...

Clarice, realmente a primeira impressão de um prato é bem forte,né?! Te entendo. Gosto dos pimentões, cebola, shiitakes..Achei bem interessante usar a fécula de batata para envolver a carne além da farinha de trigo. Isso é tudo para preservar a umidade da carne não?!? Que bom que eventualmente voce achou a sua paz com o subuta.Bjs

Karen disse...

Lembra um pouco o porco agridoce aqui do Brasil, adoro o prato e com mais legumes deve ser ainda melhor!

miki w. disse...

não sou muito fã de pimentão, ele é meio indigesto para mim.

tb nunca me perguntei como é que se fazia o tal molho agri-doce que é tão comum nos pratos chineses.

vou anotar o seu, akemi!

bjs, miki

Akemi disse...

Valentina, tudo depende da forma como é preparado ne?

Karen, lembra, sim, mas no lombo usa abacaxi, não é?

Miki, tbm não posso comer muito pimentão, mas gosto de seu sabor na comida. Quem come tudo é o meu marido! rsss

Elvira disse...

Gosto muito! Lembra um pouquinho chop suey.

Akemi disse...

Elvira, é verdade! Comida chinesa é deliciosa!

Fezoca disse...

hmmmm, esta com uma aparencia divina. eu nao gosto muito de carne de porco, mas esse eu comeria. Felizmente voce apagou a mah impressao inicial. eu sou como voce, implico e fico com aquela impressao, ate ver que nao era bem assim.... :-)

beijos!

Patricia disse...

Akemi, parece um prato que meu chefe pediu no China in Box semana passada. :D

Não como carne de porco, mas a cara do prato é boa - talvez eu descaracterize a receitinha trocando o porco por frango... :D

miki w. disse...

akemi, mas que boa idéia! o gumpa será minha vítima huahuahua!!!!!!!
(como sou malévola!)

Karen disse...

Akemi, a receita do china in box leva abacaxi mesmo, mas eu até adicionaria, acho que dá um contraste bom...

Bete disse...

Clarice, achei o prato interessante, gostaria de saber como prepará-lo na panela Wok. Abraços: Bete

Akemi disse...

Bete, nunca fiz na panela wok então não posso dizer o modo certo de preparar, desculpe-me! Mas fica a pergunta em aberto aqui, quem sabe alguém possa lhe ajudar! Bjs

Anônimo disse...

Akemi,

Parabéns.
Fiz a receita, apenas reduzi o açucar para 2 colheres de sobremesa.
Todos adoraram
Grata
Elisa São paulo

Akemi disse...

Elisa, fico feliz que a receita tenha agradado sua turminha! A intenção do blog é justamente essa, inspirar e cada um dar seu toque pessoal! Bjs

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails