quinta-feira, outubro 05, 2006

Queijadinhas especiais



Há um bom tempo estava com vontade de comer queijadinhas. É um dos meus doces favoritos. Nunca me esqueço de uma queijadinha que comi quando meus tios me levaram para passear em Santos. Pegamos uma estrada que nem sei se existe mais, tínhamos que passar por uma ponte pênsil. Os carros ficavam em fila esperando a ponte baixar para atravessar. Estávamos lá, entediados de tanto esperar e nisso apareceu um garoto com uma cesta de vime, coberta cuidadosamente com um pano de prato. Ele encostou no vidro da minha tia e tirou o pano para mostrar aquelas deliciosas queijadinhas. Minha tia olhou e comprou uma para cada um. Meu Deus! Que delícia! Nunca esqueço do sabor dela, tinha um sabor bem forte de queijo e sua textura era algo como um bombocado de mandioca. Nunca mais comi uma parecida. Se alguém tiver conhecimento desta queijadinha e tiver alguma receita semelhante, peço encarecidamente uma cópia.
Para matar a vontade, encontrei esta receita, levemente diferente da tradicional por não levar margarina (ponto para esta queijadinha) e usar bem mais coco ralado. Ficou muito gostosa! Surpreendentemente fofa e úmida. A queijadinha sai com facilidade das forminhas (mais um ponto, pois a outra, fica metade grudada na forminha e você acaba tendo que "raspar" com os dentes.
Da próxima vez, adicionaria mais queijo ralado. Mesmo tendo usado 4 colheres "de mãe", prefiro com mais gosto de queijo. Afinal é QUEIJAdinha ne?

Como acho que algumas devem ter ficado curiosas quanto à outra receita, a tradicional, vou passar as duas.

Queijadinhas tradicionais

1 lata de leite condensado
3 ovos
2 colheres (sopa) manteiga ou margarina derretida
100g de coco ralado
3 colheres (sopa) queijo ralado

Misture tudo numa tigela e despeja em forminhas de alumínio. Leve para assar em forno pré-aquecido a 180oC. Deixe até ficar moreno.

Queijadinhas especiais

3 xícaras de coco ralado (usei xícara de 250ml, mas fica a seu gosto, com mais ou menos coco)
4 ovos
1 lata de leite condensado
4 colheres (sopa) queijo meia cura ralado (usei Edam)

Coloque o coco ralado numa tigela grande e hidrate-o com 4 colheres de sopa de água. Bata os ovos com o leite condensado e o queijo ralado no liquidificador. Despeje esta mistura líquida no coco ralado e misture bem. Despeje nas forminhas e leve para assar em forno pré-aquecido a 200oC até que fiquem corados na superfície.
Não deixei descansando como a receita original pedia e acho que usei uma xícara maior que a usada pois ficaram diferentes da foto exibida. Porém, acho que ficaram bem saborosos! Para quem gosta de coco, este doce é uma ótima pedida!

24 comentários:

Cristina disse...

Akemi, quanta simpatia a sua! Agradeço a visita no meu "cantinho" e tenho muito gosto que lá volte. Experimente algumas receitas do nosso Portugal, não sei até que ponto conhece nossa gastronomia, mas tenho a certeza de que vai gostar :)
A amêndoa ralada já está na lista de compras, o bolo de framboesas está no papo!

Fezoca disse...

Akemi, que deliciaaaaaaaaaa!!!!!!!!! :-)
tambem adoro esse docinho, adoro!
minha mae manda as vezes, na caixona... :-)
quero fazer! oba! beijos,

Patricia Scarpin disse...

Clarice, vc é danada!!

Essa aqui vou ter que fazer: meu marido é louco por queijadinha (e ele não gosta de doce, detalhe) e faz tempo que me pede pra fazer...

Adorei a receita, obrigada por dividi-la conosco!

Janete disse...

Akemi, simplesmente amo, adoro queijadinha. As tuas estao mega apetitosas. Obrigada pela receita.

Karen disse...

Também gosto muito de queijadinhas, elas e os quindins são alguns de meus doces favoritos! As suas ficaram lindinhas, coradinhas...

Ana disse...

Ai que deliiicia!!! Eu tbem sou outra fa de queijadinha!! Hummm!!
As melhores q ja comi foram em Campos do Jordao, eram deliciosas, alem de lindas. Pois vinham em uma forminha e tinham uma casquinha, como se fosse uma empadinha sem tampa, com uma massinha crocante, docinha e deliciosa embaixo. Eram tao gostosas, nunca esqueco... eh como suas queijadinhas de Santos p/ mim! hehe!
Essa sua receita parece boa, ja foi copiada e colocada na lista! (estou aqui com um tanto de coco ralado sem saber onde usar... agora estou entre um bolo toalha felpulda ou queijadinhas - ambas receitas vc q me fez vontade Akemi!! Hehehehe!!!)
Ana

márcia disse...

olá!! será que se eu usar queijo ralado ao inves de meia cura da certo??? adoro as suas forminhas... bjs

miki w. disse...

akemi! estão muito apetitosas! e essas forminhas FOFAS????
ai, q delícia!
bjs, miki

Eliana Scaramal disse...

Queijadinha é mesmo uma delícia. As suas ficaram muito lindas, que forminha mas linda Clarice.

Akemi disse...

Cristina, pretendo experimentar muitas receitinhas suas!

Fezoca, que super mãe! Mas como são essas queijadinhas que ela envia, da industrializada???


Patricia, experimenta fazer com coco fresco, acho que vai ficar muuuuito mais gostoso!

Janete, espero que essa receita faça sucesso na sua casa!

Karen, quindim tbm é tão bom! Mas dá um trabalho! rss

Ana, difícil tarefa escolher em qual receita o coco será utilizado. Hummm, queria ver como é o seu toalha!

Márcia, acho que não tem problema, mas coloque mais queijo para ficar com mais gosto de queijadinha! Essas forminhas são lindinhas ne? E são baratinhas!

Miki, adivinha onde comprei estas forminhas???
Ehhhhh, isso mesmo! 100yen shop! kkkkk

Akemi disse...

Eliana, obrigada, amiga! Estava falando para as meninas aqui, que são baratinhas aqui. São vendidas em lojas tipo R$1,99 daí.

renata disse...

Queijadinha, sucesso garantido em todo e qualquer lanche da tarde.Ficaram com um aspecto maravilhoso estas tuas.Ah, essas forminhas: arremate perfeito !

miki w. disse...

hahaha, bem q eu suspeitava :-D!
bjs e otimo fds, miki

márcia disse...

olá!!! fiz as queijadinhas tradicionais... so tinha 100g de coco ralado....*r mas ainda vou fazer a outra... delicia!!!

Akemi disse...

Márcia, que bom que gostou! Estas queijadinhas tradicionais ficam mais gostosas no dia seguinte, se sobrar ne? rsss
Espero que goste da outra receita também!
Tenha um ótimo domingo! Beijos!

márcia disse...

isso é verdade... não sobrou pra saber se fica bom ou não... *r pq no Brasil não tem essas forminhas desenhadas??? fica mais bonitinho pra presentear as pessoas... bom fim de semana pra vc tbem...

Sonia Novaes disse...

Akemi

Sempre passo por aqui para olhar o seu blog...que gosto muito...
Essa queijadinha eu fazia muito nos aniversários de meus filhos quando eles eram pequenos...e todo mundo gostava...
Aproveito para te convidar para entrar no meu blog também:
www.sonianovaes.blogspot.com
Um abraço e parabéns para seu maridão...
Sonia Novaes

Claudia disse...

OI Akemi!
Moro em Curitiba, mas minha família em Santos. E eu rexo pra mulher das queijadinhas estar na Ponte Pênsil sempre. É a melhor da cidade. Divina! E uma coisa, queijadinha, a original é feita só com queijo, não vai côco. Com côco é bombocado.

Bjs!

Ricardo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Claudia disse...

Oi Akemi
Sou de Santos e lembro bem dessa queijadinha. A historia dela é a seguinte: Existiu uma doceria chamada Coral a unica que as fabricava e tambem as vendiam na fila da Ponte Pensil, quando os donos faleceram a doceria foi fechada e para minha tristeza fiquei anos sem saborea-las. Até que um dia na Rua Trabulsi na ponta da praia comprei uma queijadinha, no mesmo instante voltei a infância e perguntei se era da Coral, me informaram que o filho do dono estava fabricando em casa e vendendo nas lojas da rua, enfim esta receita é segredo de familia.
Já tentei várias receitas e nenhuma chega aos pés desta da Coral, me parece que o principal ingrediente desta receita é a mandioca, queijo, açúcar e ovos a textura na base fica macia, areada e bem umida, na parte de cima um pouca mais densa com casquinha crocante um doce dos Deuses.
Caso alguém tenha conseguido o resultado desta alquimia culinária por favor passe em frente pois o dia que os herdeiros da Coral resolverem não mais fazê-las nunca mais teremos o prazer de come-las.

Akemi disse...

Oi, Claudia! Muito obrigada pelas informações! Realmente vai ser uma pena se a receita morrer com estes descendentes! O doce é muito bom, só sabe quem realmente provou um dia. Sua descrição foi perfeita, fiquei até arrepiada! rsss
Ao menos vc pode provar nas lojas onde a queijadinha é revendida! Aproveite e coma muitas por mim! ;)
Vamos torcer para que alguém descobra os segredos desta queijadinha e compartilhe conosco!
Bjss

Nathy disse...

Existia no começo dos anos 80 um senhorzinho todo de branco que vendia estas delícias nas praias de Santos em um cesto de vime também. Na década de 90 reencontrei este senhor no calçadão mas ele já era velho e não as vendia mais na praia. Ele dizia ser a mulher dele que as preparava. Vai ver era desta doceria que você mencionou. Também tentei pegar a receita com ele na época e nada de conseguir também. Este é um dos únicos doces que nunca vou esquecer o gosto. Melhor coisa do mundo.

Anônimo disse...

adoro queijadinha e outros doces que vai coco valeu por compartilhar sua receita, muitas felicidades!!!

Fabia Larsen disse...

Oi Claudia, vc sabe em qual loja da Trabulsi vc comeu a queijadinha? Me lembro bem da fábrica da Coral, íamos lá crianças com minha mãe comprar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails