segunda-feira, abril 16, 2007

Rou Bao Zi (nikuman)



Para participar do novo desafio do Colher de Tacho, escolhi esta receita que já estava querendo preparar faz tempo.
Assim como coxinha é um salgadinho que não pode faltar em nenhum boteco, o nikuman está presente em todas as lojas de conveniência aqui. É difícil você entrar numa e ficar indiferente a estes pães branquinhos, super fofinhos e recheados com carne e legumes variados. Por esta descrição, pode lembrar esfiha mas são cozidos no vapor e seu tempero é completamente diferente. Usam-se vários molhos e pastas chinesas, mas creio que podem ser facilmente adquiridos em qualquer lojinha de produtos orientais, já que eles são a base de quase todos os pratos chineses.
Errei na quantidade de água e a massa não ficou na consistência que vi em alguns sites. Ficaram bem macios mas, no cozimento, acabaram perdendo sua forma que lembra uma flor em botão.
Apesar disto, o sabor ficou ótimo causando grande espanto ao meu marido. Ele disse que ficou melhor do que da loja de conveniência!
Para acompanhar, nada melhor do que um oolong cha (pronuncia-se úrôn tchá), um delicioso chá chinês que também ajuda a queimar as gordurinhas!
A receita vem deste site, onde vocês poderão visualizar melhor como é o formato deste pão.

Nikuman

Massa:
150g de farinha de trigo para pão
150g de farinha de trigo comum
3g de fermento para pão
4g de fermento em pó para bolo
2g de sal
20g de açúcar
15g de manteiga sem sal em temperatura ambiente ou banha de porco
160ml de água (para mim foi insuficiente para incorporar toda a farinha. Vá colocando a água aos poucos até que fique uma bola de massa, cuidado para não deixar mole demais)

Peneire as farinhas com o fermento em pó. Junte os demais ingredientes até que se agreguem. Despeje a massa na mesa e sove até ficar lisa e elástica (cerca de 10 minutos).
Cubra com filme plástico e deixe descansando por 20 minutos. Enquanto isso, prepare o recheio:

250g de carne de porco moída
70g de espinafre picadinho
1 pedaço de gengibre de 3cm ralado
1/2 cebolinha branca (daquela comprida que lembra alho-porró) ou 1/2 cebola picadinha
2 colheres (sopa) de pankô (farelo de pão)
2 colheres (sopa) de molho de ostras
1 colher (sopa) de óleo de gergelim
uma pitada de sal
1/2 colher (sopa) de shoyu
1 colher (chá) de XO jan (aqui pronuncia-se éx-ou dyán, pasta escura à base de legumes, camarões e moluscos secos)
1 colher (chá) de tobanjan( tô-bán dyán, pasta de pimenta vermelha)

Misture todos os ingredientes muito bem e divida em 12 porções. Depois faça bolinhas para facilitar na hora de rechear.

Depois da fermentação, divida a massa em 12 porções. Faça bolinhas e deixe descansando por 10 minutos cobertos com um pano de prato úmido, bem torcido. Abra cada bolinha com rolo na mesa levemente enfarinhada até ficar com 12cm de diâmetro. Coloque o recheio no centro e feche puxando um pedaço da massa para cima. Vá pegando uma porção da massa ao lado e puxando como se fossem pétalas. No final, dê uma leve torcidinha e coloque sobre um pedaço de papel manteiga cortado num quadrado de 15cm.
Faça o mesmo com as demais bolinhas. Cubra com pano e deixe fermentar novamente em lugar abafado por 20 minutos.
Coloque água numa grande panela para banho-maria e leve ao fogo. Quando terminar o descanso da massa, ajeite os bolinhos sobre a grade da panela, deixando um espaço entre eles porque crescem durante o cozimento. Na minha panela couberam apenas 2 por vez e os últimos não ficaram muito bonitos, ficaram achatados. Se você não puder cozinhar todos de uma vez, deixe metade crescendo em lugar quente e os demais em temperatura ambiente mesmo para que, quando chegue sua hora de cozinhar, eles não estejam fermentados demais.
Se você tiver aquelas panelas chinesas próprias para cozimento à vapor feitas com bambu, é só tampar e deixar 10 minutos. Se você usar uma panela comum como eu, envolva a tampa com pano de prato para que água acumulada não caia em cima dos bolinhos. Depois é só tampar e deixar cozinhar por 10 minutos. Sirva quentinho! Pode ser congelado depois de cozido também. Embrulhe os bolinhos com filme plástico e congele. Depois é só esquentar no microondas.


Os bolinhos ajeitados para serem cozidos.

20 comentários:

Karen disse...

Como eu adoro nikuman! Preciso fazer!

Eliana Scaramal disse...

Eu não conhecia. :( Vou procurar as coisinhas na lojinha. hehehe

MaRisa disse...

Um pequeno comentário só para te dizer que esse 'Rou Bao Zi (nikuman)' teu esta se vendo muito delicioso e te agradeço muito a receita.
Vou guarda-la, quem sabe talvez algum dia me atrevo a fazê-las. ;)
Aqui na Holanda se chamam 'Ba Pao', mas são sem verdura, só carne ... é um dos nossos favoritos.

(Passo por aqui no teu blog de vez em quando e gosto ... é delicioso!)

Silvia Arruda disse...

Eu tb não conhecia. Pelo jeito, é bem saboroso!

fezoca disse...

Eu fiquei de olhos piscando por esse pratinho! Adoro a porcelana japonesa. beijos, Akemi.

Cláudia disse...

Eu adoro Nikuman, só não tinha a receita. Obrigada Akemi, agora não preciso ficar com vontade quando não puder ir à Liberdade. Um beijão.

Jocelyn disse...

Olá,

Sou repórter do caderno Link, do Estadão, estou fazendo uma matéria que acabou me levando a descobrir seu blog.
Gostaria de conversar um pouco com você sobre o blog e se possível entrevistá-la.

Meu nome é Jocelyn Auricchio, e meu e-mail é jocelyn.auricchio@grupoestado.com.br

Nosso dead line é quinta-feria. Gostaria muito de conversar com você antes.

Grato

Mirian disse...

Oi Akemiiiiiiiii!
Obrigada pela receitaaaaaaaa!
Ai adoro Nikuman!!O mais gostoso que já comi foi do Suri efu..daquele grandão, tem mais sabor que o normal...
Mas feito em casa deve ser mais gostoso!
Gosto também daqueles menores com caldo dentro..o *tchorompo* ai não sei como escreve!
Bjos!!!!!!!!!!

R Lima disse...

Vc tá tão longe.. mas parece q tá aqui pertinho... Brasil/Bahia/Salvador...

Obrigado pelo seu comentário...

BLOG ATUALIZADO...

Texto de hoje: Amor, amar, ser amado...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

cristina b. disse...

Lindo Akemi !
Sou louca por nikuman, pizzaman, mistoman...
Embora não tenha provado o seu, concordo com seu marido: o feito em casa deve ser dos sonhos !
beijo

Akemi disse...

Karen, você já comeu daí? É gostoso também?

Eliana, tomara que encontre, amiga!

Mariza, obrigada pela visita e pela informação!

Silvia, tem um tempero bem diferente!

Fezoca, somos duas, amiga! ;-)

Cláudia, espero que goste desta receita, amiga!

Mi, fiquei com vontade de comer estes do suri efu! Maior que do combini, nossa, deve ser gigante! rsss

Cristina, como é este mistoman, amiga? Fico imaginando que com a Chinatown aí pertinho deve ter nikuman de tudo quanto é jeito ne?

Karen disse...

Daqui eu nunca comi, sempre penso em passar pela Itiriki na liberdade e pegar um, mas não fiz isso até hoje! :(

Cris disse...

Hum que delícia, preciso voltar na Liber, e este pratinho hein, lindinho!

Ana disse...

Que interessante, nao conheco muito essas comidinhas orientais mas acho tao legal ver fotos e aprender a fazer. Ate fiquei curiosa em experimentar!
Ana

valentina disse...

Querida, que delicia!!! Vi muito estes bolinhos no Vietn~a tamb'em.bjocas.

Luciana disse...

Onde na Liberdade que eu encontro Nikuman? Já procurei, mas não encontrei. Aqui onde moro e cidades vizinhas, os restaurantes típicos também já não fazem mais. Adoro Nikuman e há muitos anos não como. Acho que vou arriscar essa receita também.

cibele disse...

Olá! Adorei as receitas de Gyudon e Nikuman. Gostaria de saber se vc tem a receita do recheio de pizzaman! Adoro pizzaman!! Se tiver, vc pode me enviar por e-mail??
Se puder, envie para jap_girl@msn.com!
Desde já agradeço, e parabéns pelas receitas!! Elas são deliciosas!

Celia disse...

Oi Akemi, tudo bem? Amei essa receita, a massa ficou super fofinha. É a primeira vez que faço, só não acertei fazer aquelas pregas que dão um charme a mais. Há outro recheio que eu possa usar?
Mais uma vez obrigada por compartilhar essa maravilha.
Bjs

Akemi disse...

Celia, vc pode substituir o espinafre por outras verduras como nirá ou repolho. Pode tbm fazer de pizza como a Cibele aí em cima mencionou. Misture muçarela, presunto e molho de tomate bem encorpado.
Bjss e bom domingo!

Erica disse...

Oi Akemi! Eu estava procurando na net a receita para nikuman e encontrei o seu blog. Pelas fotos parece que a sua receita ficou muito parecida com o nikuman do Japão. Eu quero tentar fazer, mas eu não sei onde vende essa farinha de trigo para pão. Essa farinha é aquela farinha para pão francês? Qual a marca que vc usa? Vende na Liberdade? Parabéns pelo blog!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails