segunda-feira, abril 09, 2007

Flower Park


Os sakurás tiveram o ápice de sua florada semana retrasada mas por conta de uma frente fria que tivemos semana passada, com pouco vento, as flores ainda puderam ser apreciadas este final de semana. Algumas folhas já se misturavam às flores mas não prejudicou em nada a contemplação de sua beleza.
As cerejeiras estão por toda parte aqui. Muitos japoneses nem se importam de ir a um lugar específico para admirar sua florada. Dizem que já se dão por satisfeitos com as árvores que tem perto de casa, no caminho para o serviço... Outros já adoram um "hanami", como é chamado esta contemplação de flores, apenas para poder beber junto com amigos e colegas de trabalho. "Olhar" os sakurás é apenas uma desculpa para estes bebedores.
Na verdade, depois de um longo inverno passando frio, com céu nublado e praticamente entocados em casa, o "hanami" é uma comemoração pelo fim da estação fria. Só que com o tempo acabou-se deturpando o significado desta festividade e hoje, muitos querem mesmo é apenas se embebedar...
Desde que cheguei aqui, costumamos bater ponto no Flower Park, um enorme parque afastado de Hamamatsu que, nesta época do ano, lota de pessoas vindas de cidades e até províncias vizinhas.
Sempre é um acontecimento à parte irmos ao Flower. Preparamos comidas, levamos bebidas para fazermos pic nic debaixo dos sakurás.
Este ano foi um pouco sem graça já que minha sogra, a companheira frequente de nossos passeios, voltou ao Brasil. Ela era a encarregada dos oniguiris, os bolinhos de arroz que ela embalava um a um em filme plástico para não sujarmos as mãos e ainda colocava em caixas de isopor para mantê-los quentinhos! Saudades, saudades!
Resolvemos ir ao parque de uma hora para outra. Estava um sábado nublado, já passava da uma da tarde mas mesmo assim, deu-me uma vontade de ver sakurás. O Luiz ainda perguntou algumas vezes "tem certeza?" e falei "sim, sim, sim!" rss
Compramos uns bentôs no Hokka Hokka na ida e chegamos rapidinho. Pensei que o parque não estaria muito cheio mas enganei-me, de novo! Lembram-se do cinema domingo de manhã? rsss O estacionamento estava lotado!
Já sei de cor e salteado todas os caminhos do parque, mas não me canso nunca de admirar as flores, as árvores. Sempre há um ângulo que você não tinha notado antes. Sempre há uma flor num local inesperado...
E sempre nos passeios lembro-me que preciso comprar um tripé para tirarmos fotos juntos. Ou eu tiro do Luiz, ou ele tira minha foto. Fico sem graça de pedir para estranhos.
Não sei por quê mas sempre pegamos o lado esquerdo depois que entramos no parque. Vamos apreciando a fonte que de hora em hora faz um balé de águas, passamos pelo roseiral (sem rosas no momento) e entramos na estufa com plantas tropicais. Saindo de lá vamos descendo por uma alameda com canteiros de tulipas e amores-perfeitos até cairmos num túnel de sakurás. Ao lado tem gramados para as pessoas descansarem e fazerem pic nics. Um lago cheio de carpas e patos atrai crianças e marmanjões.
As pétalas dos sakurás enfeitavam as alamedas, os gramados e o lago. Olhar as pétalas voando com o vento é outro espetáculo à parte. Em dias de muito vento, as pétalas chegam a lembrar neve, muito lindo de se ver!
Existe um zoológico e um pequeno parque de diversões onde as crianças fazem a festa.
A estas alturas meus pés já estão me matando, oh vida sedentária! rsss
Mas sempre vale a pena voltar mais um ano para admirar mais uma vez os sakurás!
























20 comentários:

lunalestrie disse...

Akemi, estou aqui babando com essas lindas fotos! Como deve ser agradável esse lugar! Agora uma perguntinha: nunca te vi falando das flores de ameixeira, elas não são comuns por aí? :)

Anônimo disse...

Akemi...
Realmente eh tudo muito lindo...vc nao se sente privilegiada vendo tudo isso?
Bjs
marina T.

Karen disse...

Que lindo!

Anônimo disse...

Palmas para o Criador, gloria e louvor a Ele ! Bendito seja eternamente por essas maravilhas partilhadas pala Akemi. Um abraço.

Eliana Scaramal disse...

Akemi lindo! Fiquei apaixonada pelas fotos, imaginando o lugar. Tão delicado da sua parte dividir essas belezas com a gente.

Cláudia disse...

Akemi, muito obrigada por postar essas fotos para que de tão longe possamos contemplar as belezas do Japão. É tudo maravilhoso, uma beleza de tirar o fôlego. Um beijo, Cláudia.

Goretti disse...

Que bonito. Na terra dos meus pais, cá em Portugal, nesta altura do ano tb as cerejeiras estão em flor e a paisagem fica linda.
Akemi, obrigado por ter respondido à minha dúvida. Foi muito gentil da sua parte! E sempre que quiser pode entrar no meu canto. Não é uma invasão. Será um prazer para mim, embora o meu cantinho de culinária não seja tão bonito quanto o seu...
Um beijinho
Goretti

cristina b. disse...

Que lindas fotos Akemi.
Também adoro apreciar os sakurás.
bjs

Anônimo disse...

Que lindas essas fotos!
Desde as socas holandesas, passando pelo templete, a estátua (algum génio/deus?), a carnívora e por aí fora...
Mas essas cerejeiras têm flores dobradas? Nunca tal vi!
E não há dúvida de que é preciso um jeito muito especial para captar essas belezas.
Obrigada por partilhá-las connosco.
Nela

www.copacabanadetoledo.blogger.com.br disse...

Oi Akemi!
Sou casa com um nissei e nós dizemos sakura, sem acento. Aí no japão se diz Sakurá, é??
Um beijo
ana oshiro

Akemi disse...

Luna, as ameixeiras florescem um pouco antes das cerejeiras. Seu rosado é bem mais forte que as cerejeiras, lindas mesmo, mas engraçado que realmente nunca tirei muitas fotos delas. Pobrezinhas! Tentarei sanar essa falha ano que vem! ;-)

Mari, querida, admiro muito o cuidado dos japoneses com jardins e plantas em geral. Considero-me, sim, muito privilegiada e feliz por poder admirar tantas coisas belas aqui. E nem é preciso ir até estes parques. Só de olhar os jardins da vizinhança já é um colírio para mim!

Anônimo, concordo. Deus colocou muitas belezas no mundo para contemplarmos!

Eliana, querida, amo flores e fico muito feliz que vocês tenham gostado das fotos!

Cláudia, você é muito meiga! Obrigada pelo comentário!

Goretti, pode deixar que estarei sempre a te visitar! Beijos

Cristina, saudades de ti viu! Fez hanami em algum parque daí, amiga?

Nela, não sei ao certo mas creio que a estátua é alguma divindade da Indonésia(?) pois estava no jardim de plantas típicas de lá!

Ana, estás certissíma, querida! Aqui o "romaji" não tem acento, é sakura mesmo, mas para as pessoas que não são descendentes saberem onde é a sílaba tônica, eu acabei acentuando a palavra. Beijos

Luiza disse...

Oi Akemi, lindas as fotos do sakura,aqui em Ina Nagano os pes de cerejeiras comecaram a florescer esta semana. Fiz o bolo de fuba da sua receita e ficou fofinho e uma delicia.Obrigada pela receita, adorei.Bjs Luiza.

Dadivosa disse...

Akemi, fiquei emocionada com seu relato e com as fotos. É um privilégio poder vê-las ao vivo, assim tão lindas e cheias de significado, né?
Obrigada por partilhar conosco!
;***

Akemi disse...

Luiza, não sabe como fico contente quando alguém faz alguma receita do Pecado e volta para dizer que gostou! Mas qual dos bolos você preparou? Bolo de fubá é o que não falta aqui! rsss

Dadi, queria ser uma poetisa para expressar minha admiração por estas delicadas flores! Obrigada pelo carinho sempre, querida!

Cris disse...

Akemi, estou encantada com as fotos, a história e o local, estou me imaginando aí, caminhando com você neste parque lindo e ouvindo seus relatos, deve ser um sonho!

Cris disse...

PS: Acho que deveria mudar de profissão, não sei o que você faz, mas fotografia é seu forte! Bjs!

elaine disse...

Nossa que lindo,onde eu moro nao tem nada disso,so o fuji rsrs...qdo for pra Hama de novo vou dar uma passada nesse park...beijos

Ana Oshiro disse...

Akemi! Você é uma fofa!
Tudo por aqui tem um colorido e um toque delicado e especial!
Gostaria de vê-la passeando pelo meu blog! www.copacabanadetoledo.blogger.com.br
Um beijão e muito obrigada pelo carinho!
Ah! Tenho uma mestiça(ainoko é meio pejorativo??) que se chama Tomie!!!
beijão

Akemi disse...

Cris, você é mesmo um doce, amiga!

Elaine, venha conhecer o parque, sim! Ele fica em Kanzanji, um pouco antes de Hamanako, já ouviu falar?

Ana, você é muito gentil, querida! Então, ainoko é realmente uma palavra que não é usada aqui. Hoje eles se referem aos mestiços como "hafu" (do inglês half). Vou visitar seu cantinho, sim! Beijos para ti e para a Tomie-chan!

Verena disse...

Akemi,
que lindo seu blog, suas receitas parecem ótimas, mas as fotos, meu Deus, que maravilhosas! Essas das flores estão dignas de revista!
Parabéns e obrigada por dividir essa lindeza conosco!
Um abraço,
Verena.

www.mangiachetefabene.wordpress.com

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails