segunda-feira, março 26, 2007

Elas estão floridas novamente!



Outro dia meu marido já estava dando esta orquídea como morta, vê se pode? Ela passa 11 meses e meio só com galhos secos e sem graça e quando menos esperamos, lá estão elas, lindas e formosas! Elas ficam na janela da frente do apartamento e por alguns poucos dias, vigiam minha saída ao trabalho pela manhã...

Mudando de assunto, ontem houve um terremoto forte pela manhã. O epicentro foi numa província à oeste causando muitos prejuízos materiais, desabrigados, feridos e a morte de uma senhora. O assunto é sério mas não posso deixar de comentar sobre isso.
Comprei dois ingressos de cinema ano passado com desconto e estava para vencer no final desse mês. Estava com intenção de ver " O diabo veste Prada", mas acabamos não indo. Depois resolvi ver "Cartas de Iwojima" e também não fomos. Tendo apenas mais este final de semana que se passou, decidimos ir ver "Night at the museum". Escolhemos a primeira sessão às 8:45h!!! Levantamos cedinho, 6 horas, tomamos um café ligeiro e fomos para a "cidade" imaginando que poucos teriam a mesma coragem de acordar cedinho em pleno domingo. Para completar estava caindo um temporal deste a tarde de sábado. Mais um motivo para estar vazio, pensamos... Quem disse??? As ruas que pensamos estarem tranquilas já apresentavam lentidão conforme íamos nos aproximando do centro de Hamamatsu e ao chegar no cinema, uma pequena fila já se formava na entrada. Isso eram umas 7:50h. Entramos na fila e conforme os minutos passavam, mais e mais pessoas se juntavam ao cordão que já ia dando voltas escada abaixo! Às 8, o portão se abriu e nos dirigimos para dentro do edifício. Lá, mais uma fila para esperar a abertura das bilheterias. O cheiro de pipoca amanteigada e caramelada já inundava o ambiente de forma nauseante. Pipoca às 8 da manhã???
Por mais que cinema e pipoca andem de mãos dadas, pela manhã não me desce de jeito nenhum! Pois acho que fui a única a pensar isso, já que quase todos na sala estavam com um baldão de pipoca com refrigerante!
O filme começou e lá pelas tantas, justo quando os bichos começam a se mexer no museu é que aconteceu o terremoto. Nesta região foi de 3 graus, coisa que dá uma boa balançada nos prédios. Justo na hora que o tiranossauro começa a correr atrás do segurança do museu, com aqueles passos de afundar chão, aqueles gritos de sentir até o bafo, sentimos nossas cadeiras se mexendo de um lado para outro. Nooooooossa, pensei, isso que é efeito especial, pensei!!!! rssss
Com a demora do "efeito" passar, caiu a ficha que estava tendo um terremoto. É algo bem desagradável, desta vez foi de lado, o chão se mexia da direita para esquerda, da esquerda para direita e durou alguns longos segundos.
Felizmente ainda não pegamos nenhum terremoto forte de verdade, mas nesta região onde estamos está previsto um grande terremoto. Não se sabe quando mas ele está atrasado 20 anos. Rezo para que se atrase mais 200 anos!
Todos os anos fazemos treinamento na fábrica, somos instruídos a guardar comida, água e roupas para alguns dias em caso de ter que ir a um abrigo. Quando acontece algo assim, lembro que tenho que deixar minha mochila preparada mas logo a rotina volta, a comida vence e esquecemos o kit sobrevivência.
É uma realidade que sabemos que pode acontecer aqui, já que o Japão está assentado sobre várias placas tectônicas, mas procuramos não pensar muito. Pensar demais pode nos deixar loucos. As pessoas do Brasil pergutam se não temos medo de morar aqui. Sim, claro que temos, mas como diz o ditado, para morrer basta estar vivo...

E toda esta estória o que tem a ver com as orquídeas? Na verdade nem eu sabia exatamente como terminar esta narrativa do cinema, pois via apenas o lado cômico da coincidência da cena do filme com o terremoto. E agora chegando aqui, lembrando da efemeridade das flores da orquídea que comentei logo no início, fiquei a pensar em como somos frágeis e como a natureza volta e meia nos prova isso.
Por isso, viver sempre da melhor forma possível, sem fazer mal a ninguém, não praguejar por pouca coisa, parar de reclamar de tudo e de nada, dar mimos e se mimar, poder comer de tudo um pouco se a saúde permitir e principalmente encontrar a felicidade nas pequenas coisas da vida, como admirar estas flores todas as manhãs!

* desculpas a Karen, a Brisa e a Cris por alongar o post depois de vocês já terem comentado!

19 comentários:

Karen disse...

Que bonitas! As minhas não floriram muito no ano passado.

brisa disse...

Que bom dia mais lindo!!:)) Voce merece:))

Bjs

Bri

Cris disse...

Que linda orquídea!!! Esta é uma daquelas ocasiões que a gente ri sozinha... Eu gosto de acompanhar cada florzinha minha. A minha não dá flores há muito tempo, preciso descobrir a fórmula, você faz alguma coisa especial? Bjs

Akemi disse...

Karen, que pena! Será devido à temperatura?

Bri, obrigada pelo carinho!

Cris, acho que o segredo é não fazer nada com a orquídea, Dou água só uma vez por semana, isso quando eu me lembro! rsss
Esta orquídea está florindo de teimosa!
Fora isso, ela fica dentro de casa o ano todo. Nesta janela onde ela fica, o sol bate só no final do dia.
Soube também que não é bom deixar as folhas e flores secas caidas dentro do vaso, pois pode ficar com mofo e não podar os galhos que já deram flores. Mas acho que o mais importante é não aguar muito.
Beijos a todas!

fezoca disse...

Akemi, que susto hein? E que coincidencia, o terremoto e o filme! Tudo muito louco! A comecar por essas sessoes matinais. Acho que aqui a primeira sessao eh as 11am. As 8 eh realmente inedito!

Tambem vivemos com o fantasma do terremoto sempre ali na espreita. Aqui o Big One esta na esquina, aquela pergunta pairando no ar - sera hoje? Estou um pouco longe da falha, mas a gente sente os abalos aqui, se bem que eu nunca senti nenhum.

Ouvi uma vez que o californiano eh o povo mais alegre dos EUA justamente porque tudo pode acabar a qualquer minuto, entao se aproveita muito a vida por aqui! Eh uma fabula, mas nao deixa de ter um lado de verdade, neh?

Tenho uma orquidea seca, sera que ela vai re-florir? tomara! A sua esta linda! beijos :-)

valentina disse...

Querida Clarice, sabe que tenho umas aqui que também dão os ares da sua graça quando bem querem. já estiveram bem lindonas e agora voltaram a hibernar.
Lindo o seu texto Clarice. Muito verdadeiro tudo. Fico feliz que estejas bem.Um cheiro.

Patricia Scarpin disse...

Amiga, ainda bem que vc e seu marido estão bem!

Aqui também temos tantos problemas, balas perdidas, assaltos. Acho piores que os terremotos...

Ah, suas orquídeas estão lindas! Minha mãe cultivava orquídeas e sempre me lembro dela quando vejo!

Karen disse...

Concordo com a Patrícia, a situação aqui é pior do que um terremoto, claro que é algo terrível para as pessoas, mas pelo menos é um fenômeno da natureza...

Fico feliz em saber que estão bem. Meu pai está lá para baixo, ao menos até hoje parece ser um lugar sossegado. Meus avós é que moram mais para cima, na península de Chiba.

Engraçado isso do cinema... rs Isso é que é matinê!

Maria Helena disse...

Ah que lindas as flores!!!
Uma semana iluminada pra vocês!!

Bjs

lunalestrie disse...

Akemi, achei seu texto lindo! Realmente cada um com seu "medo" à espreita, mas espero que não aconteça nada com você e sua família, viu? Beijinhos.

Anônimo disse...

Akemi
Pequenos abalos, relativamente frequentes, poderão aliviar as pressões existentes e evitar o tal Big One. Como nos seres humanos. Afinal, a Terra está viva!
Quando, ontem, vi a notícia do sismo, com estradas abrindo-se literalmente ao meio, lembrei-me imediatamente de si, com alguma preocupação. Felizmente, está bem.
Também tenho uma recordação engraçada do último grande sismo que ocorreu por cá. Foi de noite, todas as sirenes da cidade e dos barcos apitavam. E eu dormindo!... e sonhando que estava num cruzeiro e que tocava a sineta para o almoço! Afinal, tinha os meus 16 anos!
A sua Dendrobium está linda!
Tenho Phalenopsis, já há anos, na janela da cozinha, virada a Sul. Estão agora oito em floração. Acho que gostam do sol através da cortina e do vapor das panelas de sopa! E dão pouquíssimo trabalho. E muito boa disposição quando, ao pequeno almoço, estou olhando para elas.
Um beijo
Nela

márcia disse...

puxa... que susto!!! se cuidem... apesar de que nao podemos fazer muita coisa numa situacao como essa... o que importa é que vcs estao bem... qto a sua orquidea ela esta linda... quem cuida das minhas é o meu pai... so qdo estao floridas é que sao minhas... *r bjs

Akemi disse...

Fezoca, eu também nem sabia que tinha sessão tão cedo aqui!
O negócio é não pensar muito mesmo sobre os abalos e aproveitar como os californianos!

Valentina, quando menos esperares, ela vai estar linda novamente!

Patricia, concordo com você, amiga! Cada vez que vejo noticiário ou leio alguma revista daí, fico chocada com os crimes cada vez mais cruéis que esses bandidos têm cometido, isso quando não são os políticos...

Karen, não sabia que seus avós estavam aqui! Eles estão pertinho da Disney!

Maria Helena, uma ótima semana pra vc tbm!

Luna, obrigada, amiga! Vamos nos cuidar, sim!

Nela, realmente seu "cruzeiro" foi sensacional! rsss
Fico admirada com o seu conhecimento de plantas! Mal sei o nome vulgar que dirá o científico! rsss Saudades de ti!

Márcia, vc é mesmo uma danadinha! rsss
Obrigada pela consideração e preocupação, amiga!

Lila disse...

nossa Akemi, que susto hein! mas porque cinema num domingo às 8 da manhã? rs...
muito lindas suas orquídeas...
beijo

brisa disse...

Querida Akemi, qta delicadeza (tipica sua mesmo:)) de se desculpar. Claro que nao precisava:))

Amiga, tb gosto de cinema nas manhas de domingo, mas como disse a Fer, akih sooh apos as 11hs. Nao que eu esteja viva antes disso..hehe..Mas que susto voce deve ter passado!!

Ja sentih alguns tremores akih, mas como adoradora na natureza, achei tudo fascinante:)) E, tb, durou soh um poukinho, nao deu pra assutar..

Bjs com carinho

Bri

PS: e pra morrer, basta estar vivo, mesmo, entao vamos aproveitar..Yeah!:))

Karen disse...

A família do meu pai é toda de Chiba. Aqui no Brasil só vive a família da minha mãe.

Eliana Scaramal disse...

Akemi graças a Deus está tudo bem com vocês! Olha ai são terremotos aqui é a violência, eu já fui assaltada e carrego marcas disso até hoje comigo, mesmo depois de muita terapia ainda tenho muito medo. A sua orquidea está um LUXO amiga! Linda, linda!

Akemi disse...

Lila, queríamos aproveitar o domingo ao máximo!

Brisa, querida, vc é que é um amor!

Karen, que legal!

Eliana, a violência é que estraga esse país tão lindo que é o Brasil, infelizmente!

bia disse...

Lindas as orquideas ! Concordo com vc Akemi, temos que viver bem as nossas vidas e aproveitar as coisas boas, procurando sempre fazer o bem ! bjs

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails