terça-feira, outubro 23, 2012

Pão doce português ao estilo havaiano

Até receber um email da leitora Fernanda Paola dias atrás desconhecia este pão. Quando ela me perguntou se sabia de algum pão havaiano, logo pensei em algo com abacaxi, coco ou outra fruta tropical! rsss
Pesquisando descobri que é na verdade um pão doce que os imigrantes portugueses começaram a fazer nos Estados Unidos, adaptando com os ingredientes que encontraram por lá.
A primeira leva de imigrantes se concentrou na região noroeste do país, depois veio outra que se instalou na cidade de São Francisco, Califórnia e finalmente uma última onda se dirigiu para o Havaí.
Os pães de cada localidade são bem semelhantes. Enquanto no noroeste são preparados com ingredientes mais simples, os de São Francisco e Havaí têm batata e/ou água de batata e leite condensado na massa. Tirando estas pequenas diferenças, a textura dos pães é bem leve, quase como um bolo e são apreciados principalmente logo que saem do forno. Amanhecidos, rendem ótimas torradas ou para preparar pudim!
Fiquei encantada e curiosa com o pão e resolvi experimentar naquele mesmo dia!
O tempo de preparo é longo, eu demorei 5½ horas a contar do momento que resolvi fazer até tirar os pães do forno mas o tempo em que você realmente coloca as mãos na massa são alguns minutinhos, nada que você tenha que ficar de olho constantemente.
O resultado são pães super macios e fofinhos, com um sabor e aroma deliciosos. É refrescante e intrigante ao mesmo tempo por conta das raspas de limão e noz moscada! Estes ingredientes são opcionais mas eu recomendo fortemente para usarem!

Muito obrigada, Fernanda, por passar esta deliciosa dica! Espero que goste desta versão tanto quanto eu quando prepará-la! ;)

Usei esta receita!

* xícara medida 240ml

Fermentação com batata
1 batata pequena (usei uma com cerca de 160g)
2 xícaras de água
1 colher (sopa) de fermento seco para pão


Descasque e pique a batata. Coloque numa panelinha junto com a água e leve ao fogo. Deixe cozinhar até ficarem macias. Coe a água e meça 1½ xícara. Se não tiver, complete com água. Esprema a batata duas vezes e misture com a água do cozimento. Espere amornar. Depois junte o fermento seco, misture e deixe descansar por 15 minutos.

Uma outra leitora me perguntou qual a marca de fermento para pão que eu uso e deixo a foto para quem tiver curiosidade. Nunca tive problemas com essa marca. Depois que abro a embalagem, coloco o fermento numa vasilha e deixo na geladeira.

Esponja:
½ xícara de acúcar cristal
½ xícara de leite condensado
3 ovos
2 xícaras de farinha de trigo

Numa tigela maior, coloque todos estes ingredientes mais a água de batata. Misture bem e cubra com filme plástico. Deixe descansar por 2 horas.

Massa:
2 colheres (chá) de sal
uma boa pitada de noz moscada ralada na hora (opcional)
1 colher (chá) de essência de baunilha (opcional)
raspas de 1 limão médio (opcional)
4½ a 5½ xícaras de farinha de trigo
½ xícara de manteiga amolecida (113g)

1 ovo batido para pincelar

À esponja, acrescente o sal, noz moscada, baunilha, raspas de limão, manteiga e 3 xícaras de farinha de trigo. Misture bem e despeje a massa na mesa polvilhada com um pouco da farinha restante. Sove por 5 minutos, adicionando mais farinha aos poucos (eu usei 6 xícaras no total). A massa ainda vai continuar pegajosa mas resista em colocar mais farinha. Cubra com pano e deixe descansar por 5 minutos.
Enquanto isso lave a vasilha usada.
Sove a massa por mais 5 minutos com as mãos levemente untadas. Modele numa bola e coloque numa vasilha bem grande levemente untada com óleo de canola.
Deixe descansar por cerca de 1 a 2 horas (conforme a temperatura do ambiente) até dobrar de volume.
Dê alguns soquinhos na superfície para tirar o gás acumulado e vire a massa na mesa. A massa vai estar ótima para trabalhar. Não gruda nada nas mãos nem na mesa.
Divida em 3 ou 4 porções e modele em bolas novamente. Cubra com filme plástico e deixe descansar por 10 minutos.
Enquanto isso, unte bem 3 ou 4 formas de pão (eu usei 3 formas de 20x10x9cm de altura).

Pegue uma porção da massa e abra com rolo num retângulo de 12x20cm. Enrole como rocambole e aperte bem o final. Coloque o rolo com a emenda para baixo na forma e dê algumas apertadas para nivelar a massa. Repita com as outras porções.
Cubra frouxamente com filme plástico e deixe crescer por mais 50 minutos ou até atingir a borda da forma.
Pincele levemente a superfície com ovo batido e leve para assar em forno pré-aquecido a 180˚C por cerca de 35 a 45 minutos. Se dourar muito rápido, cubra com papel alumínio.
Para verificar se estão assados, desenforme um pão e dê algumas batidas no fundo. Se fizer um barulho oco estão ok. Se não, volte na forma e deixe mais alguns minutos no forno.
Depois desenforme e deixe esfriar sobre uma grade.



17 comentários:

Papinha Doce disse...

Como portuguesa, gostei desta tua explicação da origem deste pão.
Ficou bonito e grande.
Beijinhos

Addicted disse...

Adorei este pão doce!
beijinhos
Addicted
http://cookaddiction.blogspot.pt/

Carla Colombo disse...

Akemi vc, suas fotos, receitas, e pães sempre nos surpreendendo! Sempre quis deixar meu pão com essa aparência (mais gordinho por cima), e nunca consegui!
E parabéns também pela sua paciêêência em procurar, pesquisar e depois fazer tudo certinho, pra passar aos seus leitores :)
Fiquei babando nesse pão!!! muito!!

Bjsss

www.brisandonacozinha.com

Shapalmas disse...

Como tudo na culinaria portuguesa,essa dessa ser mais dessas delicosas receitas...adorei,vou levar a receita comigo...

Beijinhos

Sharon
htt://viramexeefaz.blogspot.com

Luisa Alexandra disse...

Ver assim uma coisa tão apetitosa à hora do lanche dá mesmo fome!
Ficou lindo!

são33 disse...

Mais um pão lindo e delicioso saido da sua cozinha.
Gostei muito.
bjs

Renata Boechat disse...

Quando vi o nome do pão fiquei muito curiosa, claro!
E agora podendo comprovar a maravilha que ele fica, me animei, claro!

Muito bom, parabéns!

Josy disse...

Akemi querida que beleza de pão. Gentileza gera gentileza, aprendemos com sua leitora, e com sua execução. Ficou lindo seu pão maravilhoso e delicioso sem dúvida. Parabéns pelo empenho e carinho com seus leitores. Beijinhos

A Paixão da Isa disse...

gostei mt do texto assim como o pao que esta super fofinho adorei o miolo bravo bjs

Lu disse...

estou imaginando a textura e o gostinho desse pao.
deve ser uma delicia.huuum
q vontadinha. hehe
beijos
boracozinhar-lu.blogspot.com

Léia disse...

Oi Akemi, amei a receita desse pão.
Ficou com uma textura maravilhosa.
Receita anotada para um futuro preparo.Quando fizer venho te contar.Beijos querida.

Renata disse...

Totalmente novidade pra mim, Akemi! Não preciso dizer que atiçou a padeira que e xiste dentro de mim, ne? rsrsrs
Ficou lindão!

Mafalda disse...

Ai que bom que deve ser esse pãozinho.... já comia uma fatiazinha barrada de manteiga... nham..nham..
Um beijinho

grazi disse...

maravilhoso!

Megumi disse...

Nossa, quanta coisa gostosa que sai da sua cozinha hein Akemi!
Ficou lindo. Bjss!!!

lolarx disse...

Olá Akemi
Obrigada pelo seu interesse e pela sua paciência em procurar a receita e fazer também. Como disse, pães não são o meu forte mas depois de tanto empenho seu, me animei de fazer a receita, rs. Depois te conto o resultado.

Beijos.
Fernanda.

Patricia Scarpin disse...

Clarice, esse pão parece um algodão, querida! Que macio!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails