sábado, setembro 02, 2006

Waffles com calda de maracujá




Ontem estava a folhear um livro que comprei, Le Cordon Bleu Dessert Techniques. Todas aquelas fotos me deixam extasiada! Quanta beleza, quantos detalhes, quanta criatividade! Não é exatamente um livro de receitas. Como o próprio título diz, é uma seleção de técnicas para os mais diversos doces e bolos, desde preparo até decoração.
Das poucas receitas, a maioria é bem simples. Eles procuram dar idéias de como incrementá-las. Animei-me de preparar estes waffles neste domingo para o nosso café da manhã. Queria aproveitar os maracujás que comprei outro dia e coloquei a máquininha de waffles para trabalhar.
A massa fica bem fofinha e por ser neutra no sabor, você pode inventar um monte de coberturas. Algumas sugestões do livro:

- bola de sorvete de creme com calda de chocolate, salpicadas com nozes picadas
- fatias de tangerina grelhadas e flambadas com rum, servidas com chantilly e zest de laranja
- compota de morango com chantilly decorada com raminho de hortelã

Waffles

* medida da xícara é de 250ml

1 1/2 xícara de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento em pó
1/2 colher (chá) de sal
2 colheres (chá) de açúcar
1 xícara de leite
2 ovos separados
1/3 xícara de manteiga sem sal derretida (dá cerca de 70ml)

Peneire numa tigela grande a farinha com o fermento e sal. Mexa bem. Junte o açúcar e misture tudo muito bem. Numa tigela à parte, misture as gemas com o leite e a manteiga derretida. Bata as claras em neve e reserve. Junte a mistura líquida nos ingredientes secos e misture com um batedor de claras. Acrescente as claras em neve e misture delicadamente até incorporar na massa. Asse colheradas da massa na máquina de waffles previamente aquecida e levemente untada com manteiga derretida.
Retire quando estiverem levemente douradas e sirva quentinhas com a cobertura de sua preferência.

Calda de maracujá:

1 xícara de polpa de maracujá (complete com água se faltar)
3 a 4 colheres de açúcar
1 colher (chá) de fécula de batata (katakuriko) dissolvida em um pouco de água

Coloque a polpa e o açúcar numa panelinha e leve para ferver. Deixe apurando alguns minutos, retirando a espuma branca que se formar na superfície. Coloque a fécula dissolvida em água e misture bem até adquirir leve cremosidade. Retire do fogo e deixe esfriar.

15 comentários:

valentina disse...

Clarice, no espaço de uma semana voce já é a segunda pessoa que me fala deste livro.Que peculiar! Gostei muito de ver esta calda pois sou louca por maracujás.O sabor dele com o waffle deve ter ficado ótimo.

Fezoca disse...

que delicia!!:-)

Akemi, ai ja eh domingo? eu estou num fuso que vou te contar, sou a ultima em tudo... :-)))

beijao!

Akemi disse...

Valentina, depois que aprendi a fazer esta calda contigo, sempre que encontro algum maracujá deixo feito e guardado na geladeira! Acho que vc iria gostar deste livro, amiga, dá uns truques legais!

Fer, pois é, já está na hora de almoçar aqui! Acho que o dia ainda está só começando por aí, ne? Aproveite bastante seu domingo!!! Beijocas! ;)

renata disse...

Vou me intrometer no papo. Valentina, esse livro você encontra aqui em todas as livrarias. Acredita Akemi que a minha mae tinha uma maquina de waffle que virou sucata sem nunca ter sido inaugurada. Uma dó.Quando vi os waffles da Vanessa lá no beltrano eu me lembrei disso e pensei que poderia ser uma boa investida, apesar desse histórico. Talvez no proximo ano.

Karen disse...

Minha máquina de waffle está empoeirando em algum lugar (junto com a máquina de donuts), precisava ver se ainda está funcionando...

Akemi disse...

Renata, boa sorte com seus waffles!

Karen, se estiver bem guardada acho que dá para usar sem problemas. Eu uso mais a máquina como sanduicheira, as formas de waffles já estavam encostadas faz tempo. Tem também forma para fazer yakioniguiri, mas nunca usei...rs

Akemi disse...

Renata, boa sorte com seus waffles!

Karen, se estiver bem guardada acho que dá para usar sem problemas. Eu uso mais a máquina como sanduicheira, as formas de waffles já estavam encostadas faz tempo. Tem também forma para fazer yakioniguiri, mas nunca usei...rs

Karen disse...

Yakioniguiri? Eu nunca comi ou vi, só comi mochi assim!

Eliana Scaramal disse...

Que delicia deve ter ficado com essa calda de maracujá, adoro essa fruta.

Patricia disse...

Clarice, amo tudo o que é de maracujá, sou doida por esta fruta!!

Essa caldinha, num sorvete, ficaria maravilhosa!

Akemi disse...

Karen, aqui se faz oniguiris, depois pincela com shoyu e põe para grelhar na frigideira, torradeira ou nestas maquininhas. Eu acho que fica muito seco, não gosto muito, prefiro só o oniguiri mesmo.

Eliana, foi um ótimo café da manhã!

Patrícia, também adoro esta fruta, pena que não seja sempre que encontro-a fresca. Quando aparece, então, avanço! rsss

Ana disse...

Estao lindos os waffles!! Essa calda de maracuja entao... ai q delicia!
Ana

Akemi disse...

Ana, obrigada, amiga! Maracujá é tudo de bom ne?! Vc encontra com facilidade aí?

Lucia disse...

acho que esse comentário que te chocou não é critica.Por que você não retira? Veja regras do Comes e Bebes .

brisa disse...

Akemi, concordo com a lucia, isso nao eh comentario, isso eh o que na internet chamam de "troll". Pessoas que vao as paginas soh pra infernizar. Eh CLARO que postam anonimamente, pois nao tem a cara pra por pra "bater". Eu se fosse voce apagava e, se for possivel, colocaria os posts como "nao anonimos".

Por outro lado, a calda esta de dar agua na boca..Yummmmm!!Pena que akih maracuja seja tao dificl, eu adoro!!

Bjs

Bri

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails