sábado, fevereiro 19, 2011

Brioche de banana


Andei testando algumas receitas de pães nos últimos dias e foi uma sucessão de fracassos! Muito mais do que a raiva de perder os ingredientes, o mais chato é ficar frustrada de não conseguir comer o que me propus a preparar! :(
Bem, hoje estava decidida a mudar o placar e resolvi tirar uma receita da minha longa e interminável lista para testar. É um pãozinho doce que apareceu primeiro no Mauro Rebelo (a página não está abrindo no momento) e depois minha querida amiga Valentina e a Eliana testaram e aprovaram. Pesquisando descobri que a receita aparece em sites e outros blogs, sempre muito elogiada.
Não poderia ter histórico melhor. Decidi fazer meia receita mas ao preparar a esponja a coisa já entortou. Ficou bem seca, a quantidade de água não foi suficiente e coloquei mais um pouco, mas a massa ficou toda encaroçada. Achei estranho mas deixei fermentar! Continuou estranha. Eita lá, lá! De novo errado???, pensei...
Como já tinha feito o doce de banana, insisti e refiz a receita, só que do meu jeito. Já na hora de sovar, comecei a sentir que ia ficar bom. A massa é ótima para trabalhar, bem macia e maleável, quase não gruda na mesa por conta da grande quantidade de manteiga. Cresceu maravilhosamente bem em todos as etapas de fermentação e depois de assado, quando experimentei um quentinho.... Hummmmmm!!!! Ficou muito, mas muito bom mesmo!
Já tinha jantado mas comi dois brioches num piscar de olhos. O doce de banana casou divinamente com a massa mas tenho certeza de que deve ficar ótimo com outros recheios também como goiabada, doce de leite, geléias, etc...
Abaixo vai minha versão com redução apenas na farinha de trigo. Como a esponja ficou seca da primeira vez, percebi que a farinha que estava usando era mais seca, por isso diminuí na quantidade e funcionou. Acho mais fácil consertar uma massa úmida demais do que uma seca, então procure sempre colocar a farinha um pouco menos do que a pedida na receita e vá acrescentando conforme necessário.

230g de farinha de trigo
5g de fermento seco para pão
100ml de leite desnatado
30g de açúcar
1/4 colher (chá) de sal
50g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1/2 ovo extra (bata bem e meça 30g - guarde a outra metade para pincelar os pães)

Coloque metade da farinha numa vasilha e coloque o fermento, açúcar, o ovo batido e o leite levemente aquecido. Misture bem com uma colher de pau até levantar bolhas e ficar uma massa viscosa. Junte o resto da farinha, o sal e a manteiga amolecida. Misture com a colher de pau lentamente até incorporar toda farinha. Jogue a massa na mesa sem enfarinhar e raspe bem toda a vasilha, deixando-a o mais limpa possível. Reserve esta vasilha de lado.
Comece a sovar a massa. Se estiver muito úmida e grudando toda na mesa e na mão, junte um pouco mais de farinha. Para mim, desde o começo não grudou quase nada na mão e não precisei quase usar a espátula para tirar a massa da mesa. Ela é bem macia e boa de trabalhar. Sove BASTANTE! Cerca de 15 minutos de estica e puxa até ficar lisa e homogênea e não grudar mais nas mãos. Faça uma bola com a massa e coloque na vasilha reservada. Cubra com filme plástico e deixe descansar por 30 a 40 minutos ou até que dobre de volume.
Dê alguns soquinhos na superfície da massa para tirar o gás acumulado e jogue a massa sobre a mesa. Divida em 11 porções de 40g. Modele em bolinhas, cubra com pano de prato e deixe descansar por 10 minutos. Enquanto isso, unte com manteiga uma assadeira ou forminhas de muffins ou brioches.
Pegue uma bolinha e abra na mão até atingir cerca de 10 a 12 cm de diâmetro. Recheie com cerca de 15g de doce de banana (uma colher de chá cheia), feche bem e coloque na forminha. Repita o processo até acabarem as bolinhas.
Cubra com plástico e pano de prato e deixe descansar até dobrar de volume.
Pincele levemente com a metade do ovo batido que sobrou e leve para assar em forno pré-aquecido a 190oC por 12 a 15 minutos ou até ficarem bem corados.
Desenforme e deixe esfriar sobre grade. Se quiser, logo que desenformar, passe os brioches no açúcar e canela.

Doce de banana:

1/2 xícara de açúcar cristal
3 bananas nanicas em rodelas
1/2 fava de baunilha
2 cravos

Coloque o açúcar numa panela e leve ao fogo. Deixe caramelar e jogue as bananas. Misture bem e acrescente a fava cortada ao meio e os grãos de baunilha raspados com a pontinha de uma faca e os cravos. Vá mexendo sempre até ver o fundo da panela e formar uma pasta. Ao passar a espátula no fundo da panela, você consegue contar até 3 lentamente antes do "caminho" se fechar.
Despeje num prato e deixe esfriar completamente antes de utilizar na massa. Ainda vai sobrar doce que, mesmo puro é muito bom! :)

14 comentários:

Renata disse...

Tbm já fiz essa receita, é sim deliciosa!

Seus brioches ficaram uma perfeição, parabéns!

Um abraço,
Renata

Ellen - Cupcakes Fun disse...

Adoreeei a receita!!

Amo brioches e amo banana!!

Concerteza vou testar!!


Beijos

ameixa seca disse...

Adoro brioches mas com recheio de banana nunca provei. Deve ficar uma delícia :)

♥♥ belinhagulosa ♥♥ disse...

que lindos amiga perfeitos adoro brioches,bjokinhass

Deborah - Delicias1001 disse...

Sabe que eu estava passeando pela net e te achei...
Quanta surpresa ao abrir esse brioche!
Tudo tão saboroso, né?
Venha me visitar tb.
Bj
Deborah

www.delicias1001.com.br

Claudia Lima disse...

Estes contratempos acontecem de vez em quando com todo mundo. Eu fico muito chateada, pois detesto desperdiçar ingredientes.
O aspecto ficou maravilhoso!
Com este Doce de Banana deve ficar realmente muito saboroso.
Bjs :)

Ana disse...

Tenho q comentar pois estao simplesmente PERFEITOS os seus paezinhos!
Que lindos demais Akemi, adorei a foto!
Ana

Maísa disse...

Akemi, há dias em que as bruxas estão soltas em nossa cozinha. Mas como boa cozinheira q vc é, descobriu à tempo de dar a volta por cima, né? Tá com uma cara linda e o recheio é de babar.Bjkas.

Akemi disse...

Renata, não é à toa que esta receita é campeã!

Ellen, faça sim! Vc vai amar!

Ameixa, pode ser recheado com qualquer outro doce mas recomendo o de banana, uma delícia!

Belinha, obrigada!

Deborah, seja bem vinda!

Claudia, é de chorar quando acontece isso mas estes brioches compensaram as outras receitas que não deram certo! Acabaram no dia seguinte!

Ana, obrigada!

Maísa, parece que quando tem que dar errado é encarreirado mesmo! rsss
Muito obrigada pela visita!

moranguita disse...

demorados mas super deliciosos:-)

Fernanda disse...

Oi Akemi,

Esse post foi a minha redenção.

Já estava começando a me frustar por não conseguir acertar receitas (eu tenho a sina da "sorte de principiante": a 1a vez que eu testo uma receita fica bom, mas depois nunca mais consigo repetir o resultado...). Então é bastante reconfortante ver que mesmo os experientes como vc também podem passar por isso. Claro que guardadas as proporções, né, pois eu ainda sou novata na culinária.

À proposito, quero deixar meu agradecimento por vc compartilhar suas receitas aqui.

Então, agora que meu ânimo voltou, vambora pra cozinha!

Abraços,

Fernanda

Dani Bros disse...

Amiga vendo todos esses tipos de pães divinos que você faz, só tenho que reconhecer que tens ótimas mãos!!!
Todos sempre lindos parecem fofinhos e apetitosos.
Bjks

Anônimo disse...

Akemi,
hummm adoro brioches!! gostaria de saber se no outro dia eles ainda estão bons.
Obrigada

Akemi disse...

Logo depois que esfriam eu já guardo os pães em sacos plásticos para que não ressequem. O brioche por levar muita manteiga costuma se manter macio no dia seguinte.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails