terça-feira, outubro 26, 2010

Sogra, tapetes e a castração da Laika


Esta noite chegam meus sogros para uma visitinha. Faxina feita, garagem lavada, tapetes recolhidos (minha sogra conta que quase se esborrachou ao derrapar num tapete em seu apartamento, então melhor prevenir ne?), camas de visita com lençóis limpos e até Laika tomou um senhor banho. É, operação VIP! Laika aliás, não via xampu faz mais de mês! Resolvemos castrá-la e até que cicatrizasse bem, preferi adiar o banho. Aí vinha chuva, frio e os dias foram passando... os pêlos normalmente macios estavam até duros, tadinha! rsss

Castrar foi uma decisão bem pensada mas no dia em que ela foi operada e chegou em casa, foi de cortar o coração. Até me arrependi vendo seu sofrimento. Não quis comer por 2 dias, só aceitava água de côco e dormia muito. No terceiro dia começou a beliscar uns grãos da ração e a cada dia se recuperava um pouco. Outro problema era passar o remédio no corte, tarefa que passei para o maridão já que desmaio só de ver um corte de dedo! rss Laika ficava prostrada o dia todo mas na hora do curativo a bichinha ficava forte e resistia bravamente protegendo seu machucado. À partir do 5˚dia já comia e brincava normalmente. A danada até rasgou a camiseta que usava para proteger o corte e arrancou um ponto. Acho que com a cicatrização deve ter começado a coçar e ela não resistiu. Por sorte já era dia mesmo de ir na veterinária retirar os pontos. Lá foi outro baile, foram necessárias 4 pessoas para segurar a Laika e a veterinária conseguir tirar os pontos!

Dizem que cachorro castrado fica mais tranquilo mas a Laika continua sapeca e arteira como sempre, talvez até mais! A única coisa que comprovei é que ela está com muito mais apetite. Antes era uma lenga lenga só para comer, tinha que fazer um monte de truques para que se aproximasse e quando enfim começava a comer, fazia questão de pegar os do fundo, espalhando tudo pelo chão! E se lá deixasse, lá ficava! Haja paciência! Agora já é outra estória. Vem correndo quando me escuta abrindo o pacote de ração e nem precisa dizer ok duas vezes para avançar sobre a comida. Depois de comer tudo em velocidade relâmpago ainda fica lambendo a tigela e fuçando o armário onde guardo sua comida, como que dizendo "quero mais!" rss
De toda a experiência ficou o trauma do remédio no corte. Só do Luiz ameaçar passar a mão na sua barriga ela já se encolhe e rosna para ele! rsss Já comigo ela não faz nada o que faz maridão ficar indignado por ter ficado com a pior tarefa e ainda conviver com o trauma pós-operatório!

Queria falar sobre este assunto já algum tempo porque na época da cirurgia bateu uma angústia muito grande. Por mais que a veterinária dissesse que era normal, parece que nada é normal para gente. Vendo-a toda encolhida, parecia que nunca mais teria a Laika brincalhona de volta. Pesquisando na net também encontrei pouca coisa, só dizia que a recuperação era tranquila. Vendo a Laika gemendo cada vez que mudava de lado aquilo não era uma situação nada tranquila para mim. Mas enfim, a natureza e o tempo fizeram sua parte e está tudo bem agora. Fico pensando que mãe eu seria se tivesse um filho??? Provavelmente acabaria com a cabeça toda branca cada vez que meu filho voltasse com um machucado ou ficasse com alguma doença típica! kkkkkk

25 comentários:

Dani disse...

Que cachorro limpinho!!
Hehee..é sério!Dá pra notar o qto ela está bem tratada!!
Sobre a castração,estou prestes a fazer na minha gatinha que logo completará 6 meses...morro de medo ,mas terei que fazer de qualquer maneria ,gatos procriam muito!E eu tenho um casal!!
Já imaginou!???
Obrigada pelas dicas!Já vou me preparando...
Beijos!!
Adoro seu blog e suas receitas!!

bakinginlisbon disse...

A Laika é linda mesmo! Ainda bem que já se está a sentir melhor.

Monalisa Cavallaro disse...

Ai que dozinha! Ainda bem que o pior já passou! Ela é linda demais, uma fofa! =) Bjos!

Karen disse...

Dá pena mesmo! Eu sempre achei uma judiação cortar as orelhas e rabos de algumas raças de cães, mas é difícil ficar sem castrar... Ainda bem que ela melhorou!

Abraços para os seus sogros!

Louise Akemi disse...

Akemi, a castração deveria ser normal, como se não houvesse acontecido nada pro cãozinho. Caso a sua veterinária ache comum, deve ser comum aos "pacientes" dela... Fique atenta porque ela pode ser uma profissional duvidosa.
Se você tiver dúvidas, ligue para as ONG´s de proteção animal de Maringá: Sociedade protetora dos Animais de Maringá (3227-2881) e Anjos dos Animais (9114-9990), porque elas têm bastante conhecimento e podem te informar/tranquilizar.
Ambas têm comunidade no orkut.
Abraços.

Belocas disse...

Olá,
A LaiKa é mesmo gira, com um focinhinho cheio de mimo, olhos vivaços e um lindo pelo. Ainda bem que ela está melhor e cheia de vontade de brincar.
Bjs

karaimame disse...

Essa mocinha aí é muito fofa!! Adoro cachorros, amo amo amo de paixao! Que olhinho mais vivo , de quem é mesmo sapeca!
Nossa.. eu também teria ficado angustiada com a mudança de temperamento durante a cicatrizaçao... Ainda bem que ela está se recuperando! Com o carinho de vocês eu aposto que logo logo ela está 100%! Tomara que ela esqueça que o Luiz foi o "carrasco" ! Coitado...
Um chamego na Laika e um beijo para vocês!

Anônimo disse...

Oi, tudo bem? Meu nome é Cristina e por um acaso descobri seu blog. Acho q estava procurando alguma receita no Google, rs.
Vi que vc mora em Maringá, né? Eu morava em Mandaguari. Pertinho daí. Agora estou em Sampa. Tbm vivi no Nihon. Ah.. e tbm curto muito a Izumi do blog Chocolatria.
Temos algumas coisas em comum,rs.
Adoro seu blog!! Adorei a Laika tbm!
Boa sorte e sucesso!!
Bjs!
(visite meu blog: www.variaspaixoes2010@blogspot.com)
Ainda é novinho.

Simone Izumi disse...

Hallo, Ake!
Tadinha da Laika...deve ter doído muito,né?
Mas pela foto dá para sentir que ela está ótima e pronta para todas as artes e travessuras que costuma aprontar.
Um abração pro dityán e batyán da Laika!rss....
Um bjão,
si

Marly disse...

Olá, Akemi,

Esse negócio de ser mãe de cachorro não difere lá muito de ser mãe de gente, rsrs, Posso falar de cadeira porque tenho filhas gente e filha cachorro. rsrs. Achei engraçada a participação do Luiz na estória, coitado, rsrs.
A nossa poodle, que agora tem quase onze anos, se livrou por pouco da castração. Mas confesso que ela deu trabalho, nas épocas do cio.
Agora ela tá mais sossegada e eu meio que me arrependo de não ter permitido que ela emprenhasse, pois caso tivesse acontecido, provavelmente ficaríamos com um descendente dela, depois que ela partir para o céu dos cães.

Um beijo!

Valentina disse...

Ai que 'do Clarice. Imagino o teu sofrimento ao vê-la sofrer amiga.Espero que a visita da sogra corra bem.estou esperando aquele bolo.vc sabe.xx

claudia disse...

Eu tenho uma cachorrinha que foi castrada aos 4 meses, antes do primeiro cio. A recuperação dela foi bem rápida. Acho que em dois dias ela já estava boinha. Duro foi deixar o curativo coberto. Ela queria arrancar a qualquer custo. De qualquer forma, acho que a tolerância à dor varia de animalzinho para animalzinho e nem sempre as decisões corretas são fáceis. Tenha certeza que você fez o melhor para sua amiga canina.
Abraços, Cláudia.

Anônimo disse...

Terezinha disse: Oi...Akemi....A Laika é linda, Vejo um animal bem cuidado e muito amado. Também com tratamento muito humano. Sei como´são estas coisas. Vivemos aqui em casa l5 anos com um Chepdog lindo também tratado com humano e era da minha filha. Cuidamos dele até o fim. O veterinário disse que ele tinha mais de 100 aos. Era tratado a pão-de-ló. Asim vejo a Laika vivendo muitos anos e muitas histórias para contar. Quando adquirimos bichinhos assumimos também muita responsabilidade. O nosso Raufe era muito doce,querido e companheiro dormia nos pés da cama da minha filha. Nunca destruiu nada. Ainda estamos com saudade dele. Animais de estimação são como crianças em nossas vidas. Voçe tem esse filho para cuidar. Beijo no coração da T.

Fabiana disse...

Ola Akemi,
Puxa, que sufoco e quanta correria!
Bom, pelo menos o sufoco passou né?(não para o seu marido..kkkk)
ah, eu adoro cachorros e gatos,
mas morando em apartamento nem dá para ter um bichinho, seria muito mais estressante para eles.
beijos e melhoras para a Laika, que tá com uma carinha de dó na primeira foto..kkkkk

Andrea disse...

Realmente Akemi, comigo também foi assim, qdo fui castrar a minha, somente disseram que era uma cirurgia muito simples que o animal não sofre... Mas a minha tadinha sofreu muito, ela gritava dia e noite, durante dois dias, me arrependi tanto naqueles dias, que pensava que se pudesse voltar atras não teria feito.
Hoje um ano depois a minha Meg brinca muito, pula e não acalmou nadinha graças a Deus hehehe...
E come que é uma beleza, acho que está até acima do peso.
Adorei ler sobre esse assunto.
Beijos

Regina disse...

Querida Akemi,

Lindo este post!! Como a Laika cresceu, está uma fofa mesmo!!

Ganhei recentemente uma cachorrinha e penso em castrá-la também, mas não pensei que o procedimento fosse tão dolorido assim...

E o pior é que o humor dela é muito parecido com a da Laika, ela é muito agitada! Espero ter sorte!!

Um beijo pra vc e pra Laika!! Ah, a minha se chama Jolie, em homenagem à Angelina Jolie!! rsrs... deixa ela saber disso!!...

(P. S.: A cobertura que fiz para o bolo de laranja não foi de improviso, não, foi por ignorância mesmo! rsrs... Bjs!)

Nicole disse...

Ai, que dó... eu jamais teria coragem...

ameixa seca disse...

Tadinha, até ficou com um ar meio triste na primeira foto :) Mas é para o bem deles. Sei bem o que é isso, o meu gato foi castrado, apesar de ser um processo diferente, mas também passou por uma algaliação que me deu dó! Chorei muito :)
Ela é tão linda e agora pode portar-se mal sem correr o risco de uma gravidez indesejada he he

Priscila disse...

Hahaha, tadinha da cachorrinha, mas é assim mesmo!! Tenho um cachorrinho e uma gatinha que foram castrar no mesmo dia, a gatinha ficava só deitada e o cachorro ficava pulando, depois de dois dias a gatinha já estava totalmente recuperada, já o cachorro travesso levou mais uns dias para melhorar! A veterinária disse que ele demorou mais, pois no dia que voltou pra casa ele tinha tomada remédio para dor e quando voltou pra casa ficou brincando, mas quando o efeito passou a dor começou a aparecer...
Bom, ms é assim mesmo.

Clau disse...

Oi Akemi, eu penso o mesmo de você,não tenho filhos em compensação a mel(minha pastora) é tudo para mim.Qualquer gemido diferente já fico preocupada rsrsrsr.Diferente da laika come até demais,já diminuí a ração,ta muito gordinha. A laika é linda!Bjus e tudo de bom!

são33 disse...

A LAIKA É MUITO LINDA, TB TENHO UM GATO QUE FOI CASTRADO , NO DIA METEU MUITA PENA ESTAVA TÃO TRISTE MAS DEPOIS FOI RECUPERANDO, ANIMAIS QUE VIVEM EM APARTAMENTOS O MELHOR É MESMO CASTRAR.
MUITO MIMINHOS PARA ESSA PRINCESA QUE É UMA SORTUDA , TEM UNS DONOS QUE GOSTAM MUITO DELA.
BJS

mArCeLe disse...

Oi. A Laika é linda! =)

Ana Affonso disse...

Minhas cachorrinhas estão às vésperas da castração e eu já estou com o coração apertadinho. Será que elas ainda terão aquele ar de filhotes que elas têm? Seu depoimento e a história da laika me animaram. E aí ela continua animada?
Beijo e até
Ana

Akemi disse...

Ana, o temperamento da Laika não mudou nada, ela continua tão ou mais brincalhona do que antes da castração! Procure um profissional competente e no pós operatório ofereça bastante água de coco caso elas não queiram comer ou beber água. Nos primeiros dias dá muita dó mas as bichinhas se recuperam rápido, acredite! Bjss

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Daienne.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails