terça-feira, maio 29, 2012

Geleia de Mexerica - passo a passo até esterilização de vidro


Estava na feira escolhendo batatas doces quando umas mexericas que estavam ao lado me chamaram a atenção pelo forte perfume. A boa aparência além do preço (15 por R$2,00) me convenceram a trazê-las para casa. Apesar de estarem docinhas e bem suculentas resolvi preparar geleia com elas!  Experimentei uma vez na nossa viagem para Gramado e nunca mais esqueci seu sabor maravilhoso!
Assim como a mandioca que recebe outros nomes como aipim e macaxeira, a mexerica também é conhecida por diferentes nomes conforme a região. Mexerica é um termo mais comum no Sudeste e Centro-Oeste. No Sul, principalmente no Rio Grande do Sul,  como bergamota ou vergamota. Em alguns Estados do Nordeste como laranja-cravo. No Maranhão e Piauí como tanja (redução de tangerina). Em Curitiba como laranja-mimosa e no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul qualquer variedade deste tipo de laranja é chamada poncã! Quantos nomes para a mesma delícia ne? ;)
Para preparar a geleia busquei inspiração em alguns blogs, assim como a forma de esterilizar os vidros (aqui, aqui, aqui e aqui).  O resultado final não poderia ser mais gostoso! Não ficou muito doce e dá para comer de colherada, sem nada mas claro que fica uma delícia também na torrada, no iogurte, com queijo branco... hummmm! Aviso que a geleia preparada desta maneira ainda é levemente amarga. Se não gostar, afervente as cascas mais vezes.


Comece lavando bem as mexericas. Descasque-as (1) e despreze as partes manchadas (2).


As cascas boas, corte em tirinhas finas com uma tesoura. Lave bem e coloque numa panela. Cubra com água fria (3) e leve ao fogo. Quando abrir fervura, escorra, lave bem e cubra com água fria novamente. Leve ao fogo e quando abrir fervura repita a operação. Faça isso mais 3 vezes (total de 5 fervuras). Escorra e reserve.
Separe os gomos (4) e com uma tesoura tire a parte branca fibrosa central e retire as sementes (5). Num pedaço de pano de algodão ou gaze que não solte fiapos, coloque as sementes e as fibras brancas (7) e amarre num saquinho (8). Pese os gomos limpos com o suco mais as cascas aferventadas (6). Para mim rendeu cerca de 1,5kg.


Numa panela grande e grossa, de preferência com revestimento de cerâmica, coloque os gomos, suco e cascas e a metade do peso delas em açúcar. No caso, 750g. Coloque a trouxinha de sementes também na panela e leve ao fogo. Quando abrir fervura (9), vá retirando a espuma branca que se formar na superfície com a ajuda de uma concha. Deixe apurando por cerca de 2 horas em fogo médio, mexendo de vez em quando (10 e 11).  Para verificar se está no ponto, coloque um pouco da geleia num prato e espere esfriar. Se estiver encorpado está ok, se continuar muito líquido, deixe apurando mais alguns minutos. No final, retire o saquinho de sementes, espremendo bem, e transfira imediatamente a geleia quente para os vidros esterilizados (explicação a seguir). Encha até quase a boca do vidro (deixe 1cm de espaço), limpe bem as bordas com um papel toalha embebido em álcool de cereais (à venda em lojas de artigos para perfume ou apicultores) e tampe fechando bem. Para garantir a completa esterilização das geleias, coloque os potes cheios na mesma panela em que ferveu os vidros. A água deve estar quente mas não fervendo e cobrir os potes 2 dedos acima. Deixe ferver por cerca de 10 minutos. Com cuidado, retire os potes (usei duas luvas de borracha grossa, uma em cima da outra) e deixe esfriar em cima de um pano de prato. Não coloque os potes direto no granito frio pois pode trincar. Espere esfriar totalmente e deixe guardado em lugar fresco e protegido da luz. Como vai pouco açúcar não deve se conservar por 1 ou 2 anos como as geleias tradicionais preparadas com o mesmo peso de frutas e açúcar. Calculo uns 3 meses mas sempre observando qualquer alteração na cor e presença de fungos antes de consumir.  Verifique também se a tampa não está estufada, caso isto acontecer, descarte imediatamente! As geleias em boas condições, depois de abertas devem ser conservadas na geladeira e consumir o mais rápido possível.

Como esterilizar vidros para geleias

Os vidros podem ser de outras geleias ou conservas industrializadas mas as tampas precisam ser novas. Aqui eu adquiri numa loja de produtos para apicultores mas pode ser encontrado em lojas de embalagens ou de utilidades domésticas também. Verifique se estão sem pontos de ferrugem e com a borracha interna intacta.
No caso de vidros novos, tomar muito cuidado, não pode ser qualquer um pois podem ser frágeis e não aguentar altas temperaturas. Informe-se com o vendedor.
Lave bem todos os vidros e tampas, enxaguando-os bem. Pegue uma panela grande e funda e forre o fundo com um pano de prato limpo e nunca usado de preferência. Distribua os vidros sobre o pano com a boca para cima  e cubra com água fria até cobrir 2 ou 3 dedos acima (12). Leve ao fogo e quando ferver, deixe 10 minutos.
As tampas, coloque numa outra panelinha e cubra com água (13). Leve ao fogo e deixe fervendo 5 minutos. Não deixe fervendo demais pois pode comprometer a borracha de vedação.
Tanto os vidros como as tampas, deixe em fogo baixo até o momento de utilizar.
Esterilize também uma pinça que será usada para tirar os vidros e uma colher para encher os vidros com geleia (14).
Forre a mesa com um pano de prato limpo e com cuidado, tire os vidros com a pinça e coloque-os de boca para baixo. Eles vão secar rapidamente por causa do calor. Tire as tampas e deite no pano também com a boca para baixo também. Utilize em seguida assim que secarem.
Para verificar se o processo de esterilização e vedação foi bem sucedido, verifique se a tampa está ligeiramente afundada. Depois de 24 horas, abra um pote e verifique a resistência ao abrir a tampa e se faz um barulho oco ao abri-lo. Se fizer, é porque você fez tudo direitinho! 
As 15 mexericas renderam 1 vidro de 200ml, 3 vidros de uns 250ml, 1 vidro de 300ml e mais um tantinho de geleia! :)

46 comentários:

Gina disse...

Akemi, geleia de maracujá talvez seja a que mais aprecio. Já fiz tantos e tantos vidros de geleia desse sabor, que até vendia! Mas tem uma "eternidade" que não faço. Que cheirinho bom a geleia na panela!
Aqui chamam de mimosa, mas na minha terra é tangerina.
Bjs.

Josy disse...

Akemi que super aula amiga. Adoro mexerica, só o aroma que elas trazem é perfeito e nos chama logo a comer uma, nunca provei geléia de mexerica, deve ser deliciosa, e olha pelo que vi aproveita-se tudo e mais alguma coisa, isso que vale realmente a pena. Ficou linda sua geléia. E as dicas de como esterelizar os vidros foram excelentes Akemi. Amei o post. Bjocas

Rosana Midori disse...

Oi Ake
Adorei o post, super completo e delicioso! Quero criar coragem pra fazer geleias um dia - nunca fiz... rsrs.
Bj grande!

D Augusto disse...

Akemi.
É por essas e outras que eu amo o seu blog sabia? receita linda demais e um passo a passo detalhadissimo. Eu amo mexerica e quero muuuuito fazer essa receita. Acho que uma geleia dessa com um potinho de iogurte natural deve ficar coisa de outro mundo. Vou anotar a receita com certeza ;)

Um beijo e continue nos brinando com posts maravilhosos com esse, sei que deve ter dao um trabalhão preparar tudo tão lindo e com tanto carinho

Cristina disse...

Akemi, que receita maravilhosa, eu quero tentar fazer...só falta coragem!
Seu passo a passo é um espetáculo, as fotos estão lindas e eu babei aqui!rs...
Bjs,

Megumi disse...

Akemi do céu! Que maravilha de geléia!!!Deu água na boca...humm...comer a colheradas...aiaiai,preciso fazer!

Carla Colombo disse...

que geléia mais linda, Akemi! Adoro receitas com passo-a-passo! Beijoss!

www.brisandonacozinha.blogspot.com

Babisenberg disse...

Ai que delícia!! Minha mãe sempre fazia geléia de mixirica!! Eu nunca fui muito fã, mas tem um bolo com ela que é maravilhoso e eu adoro!!!

Letrícia disse...

Ai, Tô com muita água na boca. Que delícia de receita, Akemi! Adorei o passo a passo de esterilização, super importante.

Beijos!

Leandra Ishibe disse...

adorei as aulas de como falam mexerica em outras regiões,ja tinha ouvido bergamota e sempre achava q fosse uma fruta diferente...rsrsrs...e essa geléia ficou muito apetitiva,beijos!

Érica disse...

Akemi, tenho comido muita mexerica esses dias, como estou grávida, e essa geleia me deu até água na boca. Ficou super bem explicado. Parabéns.
bjs

Sabor no Prato disse...

Oi Akemi. Mexerica é bom demais e esta sua geléia está com uma aparência ótima. Muito boa a receita.

Um abraço, Fabiana.
http://sabornoprato.blogspot.com.br

Anônimo disse...

Oi Akemi!

Que post maravilhoso! Com passo a passo ficou ótimo! Veio bem a calhar pois no sítio da minha mana tem muitas bergamoteiras, a gente come, dá para as pessoas e mesmo assim não dá conta rsrsrs
Vou fazer a geléia! Obrigada pelas explicações e por compartilhar conosco esta delícia. beijo

Nara

Josy disse...

Akemi minha amiga, estou tão confusa, foi uma pessoa no meu blog com o nome Akemi, que pensei que fosse vc, acessei o blog dela, por que conforme vou recebndo as visitas, aproveito e faço uma visita tbém, depois visito as pessoas que ainda não fui. E esse blog só tem um seguidor, por acaso vc tem outro blog? Eu nem sabia miga? rsrs
Vc pode me explicar ou não era voce, obrigada. Beijinhos

Anônimo disse...

Oi Akemi, que apetitosa ficou sua geleia....
Achei o maximo aquela colher tortinha, excelente pra manter na beirinha do pote...onde vc comprou? Fico admirada com seus utensilios de cozinha...
Abraço

Monica Kondo

Andréa disse...

Akemi,
aqui em BH as mexericas ainda estão com a cascas verdes, no mês de Julho é a época das amarelinhas, vou fazer essa receita, fiquei encantada com sua explicação e com a receita.
Ficou linda!

Beijos ♥

Andréa disse...

Akemi,
aqui em BH as mexericas ainda estão com a cascas verdes, no mês de Julho é a época das amarelinhas, vou fazer essa receita, fiquei encantada com sua explicação e com a receita.
Ficou linda!

Beijos ♥

Claudia Lima disse...

Que luxo Akemi!
Ficou muito bonita e apetitosa.
Bjs :)

Clarice disse...

Akemi,

Que vontade de chorar! Minha geleia tá muito amarga. Será que tem salvação ou é jogar a panela toda fora?

Akemi disse...

Meninas, obrigada pelo carinho de sempre!

Augusto, um leitor assim como vc faz esquecer todas as horas que gastei para preparar este post! Obrigada pelo reconhecimento e carinho! Espero que se anime a preparar este geleia qualquer dia!

Monica, esta colher veio junto com um conjunto de xícaras que ganhei de uma amiga do Japão mas acredito que deva ter alguma coisa similar aqui no Brasil. Se achar eu te aviso ta? ;)

Clarice. o excesso do amargor é retirado na hora das fervuras das cascas. Depois que colocar tudo no fogo com açúcar para apurar já não há mais o que fazer. Mas no dia ela fica mesmo amarga. Nos dias seguintes o amargo vai diminuindo, não sei qual a explicação para este fenômeno. Dê 2 ou 3 dias para sua geleia antes de jogar fora ta.

Lu disse...

adorei esse post.
Pos coincidencia ontem etive na casa da minha mãe e belisquei as cascas cristalizadas q ela fez com a mexerica.
normalmente fazemos de laranja mas o gostinho ficou mais evidente.eu adorei.,
beijos
boracozinhar-lu.blogspot.com

Karyny disse...

Oiii , conheci o seu blog e to curtindo pra valer, fiz um e espero que de certo assim como o seu.. me faz uma visitinha e me segue viu..
http://cozinhacomaromademulher.blogspot.com.br/

Abraços!!!
Karyny

Renata disse...

Akemi. que delicia essa geleia! Mas vou confessar que fiquei só na vontade...ultimamente ando com uma preguiça de fazer coisas mais elaboradas...rs
E seu post foi otimo pq eu descobri que esterilizava os vidros errado! Nao sabia que as tampas tinham que ser novas! Obrigada por tantas informaçoes legais! Beijos

Jotta e Rosley disse...

Oi Akemi! Já havia olhado algumas de suas postagens por intermédio de receitas suas postadas em outros blogs. Essa receita é, com certeza, uma das melhores que já fizemos. Seu blog é excelente, muito detalhado e caprichado, parabéns! Obrigado pelo crédito e abraços!

Anônimo disse...

Akemi: segui sua receita e aqui em SP, essa variedade de mexerica é a carioquinha. Na terceira fervura das cascas já notei que não estavam amargas e as utilizei. Ficou deliciosa. Como descendente de japoneses, a única geleia com casca que comia era a de kinkan (não gostava porque eram amargas). Obrigada por me ajudar a renovar sabores do passado.
Yaeko

Akemi disse...

Yaeko, muito obrigada por retornar e contar sua experiência! Fico muito feliz que tenha gostado desta geleia e que bom que elas não amargaram! Aproveite bastante seu estoque de geleia!!!! Bjss e boa semana!

Jerônimo disse...

Bem criativa a receita de geléia de mexerica.
Parabéns

Anônimo disse...

Νo mattеr if some one sеaгches for his nеcessary thing, theгefore hе/she ωіsheѕ to be avaіlablе that in detail, so that thing iѕ mаintainеd oνer here.



Feel frее tο surf to my homeρagе; Check This Out

Anônimo disse...

Hmm iѕ anуonе else еxperiencіng рroblems with thе іmages on thіs blοg lоаding?

I'm trying to find out if its a problem on my end or if it's the
blog. Any fеed-back would be greatly appreciated.



My wеblоg :: Click the up Coming web site

Anônimo disse...

Todаy, I went to the beach frοnt
ωіth my kiԁѕ. I found а seа shеll and gavе it to
my 4 yeaг old ԁaughter and sаid "You can hear the ocean if you put this to your ear."
She placed the shell to her ear and screameԁ.
There was a hеrmit crab inside and it pinсheԁ her eаг.
Ѕhе neѵeг wants to gο baсk!
LoL I know this iѕ entirelу off topic but I
had to tell somеonе!

Also visіt my wеblog :: Http://Rc-Soft.Com

Anônimo disse...

Goоd аrtіcle. I absolutely lоve this site.
Keep writing!

Feel fгee to visit my site - http://www.sfgate.com/business/prweb/article/V2-Cigs-Review-Authentic-Smoking-Experience-or-4075176.php
Also see my webpage :: V2 Cigs Reviews

Anônimo disse...

Hi theгe, the whоle thing is going fine here and ofcourse evеry
one is ѕharіng facts, that's really fine, keep up writing.

my web-site; wikimedia.by

Anônimo disse...

Hеllo outstanding blog! Does running a blog ѕuch as this taκe a gгeat deal οf work?
ӏ have nο understandіng of progrаmming but
I was hοping to start my οwn blog ѕoon. Anyhow, if уоu haνe any recommendаtіons or tips for new blog οwners please share.

ӏ κnow this is off subjeсt neverthelеss І
just needeԁ to ask. Аppreciate it!


Herе is my blоg; www.spectrapc.com

Anônimo disse...

If you аre going foг finеst соntеnts like mysеlf, only ѵisit this ωebsitе all the timе becauѕе it gives feature сontents, thanκs

Нere iѕ mу blοg - http://www.wecanbesaved.com

Anônimo disse...

Αmаzing! ӏts гeally гemаrκаble parаgraph,
I hаѵe got much cleаr іdea on the toρіс
of frοm this рiecе οf writing.


Look into my ωeb site - http://www.prweb.com/releases/silkn/sensepilreview/prweb10193901.htm

Drica Londe disse...

a minha não ficou lisa, ela ficou cheia da fibra dos gomos e amarga =(

Mari disse...

aaaa que triste!! Todo esse trabalho pra limpar cada gominho, tirar as sementes e a parte branquinha, aferventar as cascas mil vezes... e quando deu o ponto de geleia que provei, tava muito amarga!!! De deixar gosto ruim na boca!!!
Muito triste!! =/

Anônimo disse...

Que pena, a minha receita tambem ficou muito amarga. Onde foi que errei?? nao fervi as cascas o bastante?? Há como fazer alguma coisa agora?? Ai jurei que ia ficar tao gostosa rssr uma pena mesmo...

Adriane disse...

Olá Akemi! Gostaria de saber qual a finalidade das sementes e das fibras retiradas e colocadas num paninho?
Eu fiz sem e ficou muito boa, mas além da fervura eu deixei de molho durante 24 horas como faço com a geleia de laranja e cortei os gomos, ficou simplesmente maravilhosa.
Gratidão pela receitinha.

Douglas josé Caracho disse...

comi esta geléia numa festa em campinas ficou maravilhosa com duferentes tipos de queijo ,tipo romeu e julieta .era esta tal compota de tangerina carioca e tinha as cascas quebradas e não cortadas e ficou bem concentrado o sabor. Agora com as dicas que vc passou vou tentar fazer da sua maneira mas com as casca em pedaços...

Anônimo disse...

Fiz hj a receita. Aferventei 08 vezes as casquinhas e não fiz o saquinho pq não tinha o paninho aqui em casa. FICOU UMA DELÍCIA!!! Da próxima vez vou colocar um pouco menos de açúcar, só para ficar um pouco mais light.

Anônimo disse...

Porque usar a trouxinha com caroços?

Veiga Da Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Veiga Da Silva disse...

Tem uma cara muita boa!!

Veiga Da Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
cris cordeiro disse...

Estava procurando por geleia de mexerica,pois tenho 2 pés em casa que estão super carregados,encontrei o seu blog e fiquei encantada com o seu jeito de explicar,parabéns.Vou tentar fazer,e já estou seguindo seu blog.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails