terça-feira, julho 29, 2008

Comida & música


Adorei este evento criado pela Simone! Amo música, amo cozinhar e tratei de botar a caixola para funcionar e lembrar de uma comida que tivesse uma trilha musical na minha memória. Vieram muitas músicas dos anos 80 que eu simplesmente idolatro! Podem me chamar de ultrapassada ou saudosista, mas não resisto quanto ouço esta música ou esta ou esta ou esta e mais esta. Ahhh, seu eu for listar todas, vou ficar aqui a noite inteira!!! Mas infelizmente nenhuma delas me recorda alguma comida em especial... :-(
Foi então, há alguns dias atrás que recebi a receita inspiradora através da leitora Terezinha lá do sul do Brasil: sagu de vinho com creme! Lembrei-me imediatamente de nossa viagem à Serra Gaúcha!










Um roteiro lindo, de passeios variados em meio a paisagens deslumbrantes, pessoas calorosas e uma comida farta e deliciosa que ia dos famosos cafés coloniais a fondues e galetos com polentas nos ótimos restaurantes da região assim como os queijos e pães dos colonos, cucas e tortas de maçã... ahhh, doces lembranças! Mas havia um doce em todos os restaurantes e era o sagu de vinho que experimentamos em todas as oportunidades que tivemos! Uma sobremesa leve e simplesmente deliciosa!
Fiz algumas alterações na receita e espero não ofendê-la, Terezinha! Muito obrigada pela sugestão e pelas queridas lembranças que despertaste em mim!



Sagu de vinho com creme

* xícara de 200ml

1 xícara de sagu (usei um pacote de 120g)
1 xícara de açúcar
1/2 litro e água
1/2 litro de vinho tinto ( usei só 300ml, era o que tinha em casa! ;-p)
5 cravos da Índia
1 canela em pau

Creme:

6 gemas
1 xícara de açúcar
2 colheres (sopa) rasas de amido de milho
700ml de leite integral
1 fava de baunilha ou gotas de essência de baunilha

Lave o sagu algumas vezes e deixe de molho de um dia para outro em bastante água.
No dia seguinte, escorra e reserve. Leve uma panela grande com bastante água para ferver. Quando abrir fervura, despeje o sagu e deixe cozinhando por 20 a 25 minutos ou até que fiquem transparentes (sobra um miolinho branco em alguns).
Enquanto isso, coloque outra panelinha com meio litro de água, o açúcar, os cravos e canela. Leve ao fogo e deixe ferver. Junte o vinho e deixe cozinhando em fogo baixo por uns 10 minutos para evaporar bem todo álcool do vinho.
Nisto, o sagu estará cozido. Escorra e lave em bastante água corrente. Deixe escorrendo. Incorpore o sagu ao vinho e deixe que volte a ferver. Deixe cozinhando por alguns minutos e tire do fogo. Deixe esfriar e leve à geladeira.

Para o creme, corte a fava de baunilha ao meio e raspe as sementes com a ponta de uma faquinha. Coloque tudo numa panelinha junto com o leite e leve ao fogo até o ponto um pouco antes de abrir fervura.
Enquanto isto, bata as gemas com o açúcar até clarear. Se usar a essência de baunilha, adicione algumas gotas neste momento ao creme. Junte o amido de milho e misture bem. Despeje o leite quente sobre esta gemada, misturando sem parar com um fouet ou os próprios batedores da batedeira, mas desligada. Coe a mistura de volta na panela e leve ao fogo novamente. Deixe cozinhando em fogo forte/médio até que engrosse. Cuidado para não empelotar. Espalhe o creme sobre uma assadeira e cubra com filme plástico bem rente ao creme. Esfrie rapidamente colocando, se puder no congelador ou geladeira. Eu costumo colocar essa assadeira numa outra maior contendo água bem gelada e por cima, espalho uns sachês de gel que ganho quando compro bolos nas confeitarias e deixo no congelador. Não sei o nome certo destes sachês, mas caso não tenha, use gelo mesmo mas procure vedar bem o creme com mais uma camada de filme plástico. Esse choque térmico é necessário para que o creme não se contamine.
O creme esfriando, passe numa outra vasilha e mantenha na geladeira até a hora de servir.
Sirva os dois bem geladinhos e bom apetite!!!

Ahhh, e a música vocês estarão pensando ne??? rss
Pois é, lembrar do Sul é lembrar desta música que aprendemos com a guia turística, La bella polenta!!! rss Cantamos do segundo ao último dia de nossa excursão, com todos os gestos de direito. Cantamos tanto (berramos na verdade! rsss) que lembro-me até hoje dela. Apesar de falar de outro prato culinário, que também adoro, prefiro associá-la à viagem como um todo e elegi o sagu como carro-chefe como boa formiguinha que sou! rss
É esta minha contribuição a este evento! Obrigada novamente a Terezinha e parabéns a Simone pela iniciativa! ;-)

22 comentários:

Lílian disse...

Adorei. Muito legal, Akemi!

ameixa seca disse...

Que lindo a Maria Fumaça :) A música e a coreografia são muito divertidas eh eh
Nunca provei sagu, nem sei o que é. Aqui não temos, mas tem bom aspecto :)

Leila disse...

tche, mas que barbaridade Akemi, que deliciosa essa lembranca guria! tanto da serra como do sagu, combinacao super perfeita. Mais perfeita que isso, somente com um chimarrao bem feito.
eu adoro sagu, aqueles bem fortes e com um creminho branco..ah mas sul tem coisa boa, ah tem.
lindo post.
beijinhos

Eliana Scaramal disse...

Clarice que máximo esse post, eu adorei!

luciana disse...

um post espetacular,adorei o blog
beijos e parabens....

laila disse...

humm estava doida atras d euma receita de sagu de verdade..adorei..e esse evnto é mesmo fanatstico!!bjs

Akemi disse...

Meninas, obrigada a todas pelo carinho! Este evento é bem divertido e espero ver mais trilhas musicais com comidinhas por aí! Bjs a todas

Anônimo disse...

Que delícia esse evento Clarice, ja disse que música e cozinha é uma combinação perfeita! E essa receita menina, que delícia, lembro que no Brasil eu fazia muito sagu, mas aquele que já vem com sabor, agora quero experimentar esse! :)
Beijos,
Andréa!

Marizé disse...

Brevemente hei-de provar este famoso doce. Nunca tinha visto essa versão com creme, parece-me uma delicia!

Bj

Simone Izumi disse...

Dear Ake:
Mas você tirou umas músicas do arco do velha, hein????ahahhahahaha....e o pior de tudo é que conheço todas de cor e salteado e também as adoro!!!rs...
Obrigada pela participação!!!
Um bjao
si

Elaine Beneduzi disse...

Você faz sagu exatamente como os gaúchos da região da serra (Bento Gonçalves, Garibaldi, etc), pois lá eles fazem um sagu delicioso e servem juntinho com um creme idem!
Fica muito bom, né?!

Fico aguardando sua visita ao meu blog: www.aventalcoisaetal.blogspot.com

bjo

Axly disse...

Yoooooooooooooooooooooooooooo Sensei!!!
Não sei do que gostei mais^^
Se do sagu que eu amoooooooooooooooo, se da idéia da Simone ou se das músicas!!!
Se tem uma coisa que eu amo nessa vida, além de cozinhar é música! E amo mais ainda música velha, do anos 80 então, nem se fala!!! Lembro de quando era criança... adoreeeeeeeeeeeeeeeeeei todas as que você colocou aqui! Que emoçãooooooooo... sim, sim, simmmmm eu também adoro música melosa dos anos 80.
Huahuahuahuahuahuahuah...
Arigatou gozaimasu Sensei! Me diverto muuuito agora^^
Kisss, ja ne O/

Filipa disse...

Nunca provei este doce mas um dia hei-de provar... Achei a apresentação muito bonita, parabéns!

beijinhos

Anônimo disse...

Terezinha disse: Akemi, querida fiquei muito feliz que voçê gostou da receita de sagu.Não fico chateada por voçê mudar para o seu geito.As vzes na cozinha usamos o que temos. A receita que coloquei tambem não e minha , com certeza foi outra pessoa que criou. Não é verdade ? Procure no http:// www. tvgazeta.com.br/ lá tem receitas da Palmirinha que recentemente deu varias versões de sagu, com frutas e sucos com certeza voçê vai gostar , já que voçe está passando pelo verão, e eu aqui pelo inverno.Obrigado pelo elogio sincero. Mas também vejo o que suas maõzinhas de fada fazem para a sua família com muito amor.Beijocas para voçê.

Anônimo disse...

Terezinha disse: Uma viagem pelo sul do Brasil é sonho de muita gente, inclusive eu. Também sei das musicas tradicionais e essa que é especial para voçe, a Bella Polenta, que os Italianos cantam em suas festas. Aqui na cidade que eu moro temos a Octoberfest que é a festa da cerveja e o folklore alemão com musicas tradicionais é cantada e dançada com trajes típicos. Já a comida com marreco recheado, repolho roxo e purê de batata. Temos emigrantes de diversas naçoes. Comidas colonias muito fartas como voçe provou.Beijão para voçe.

Valentina disse...

Clarice, que delicia de receita. Sabe que nunca provei sagu. Ja ouvi falar muitas vezes, mas provar que e bom ainda nao tive a oportunidade.Tambem quero participar deste evento mas estou virando a rainha do furo.

Patricia Scarpin disse...

Sempre tive vontade de conhecer mais o Sul (minha mãe era catarinense). Amei as fotos, amiga!
E sagu com vinho nunca comi, preciso provar, né?

Letícia disse...

Akemi, adorei a sua trilha, incluiria mais algumas, música dos anos 80 é tudo! São as melhores, haha, apesar de correr o risco de sermos chamadas de jurássicas. Sabe que eu não comia sagu, agora até que como um pouco, mas gelado e com uma bola de sorvete de creme, é bom. Bjos.
PS: adorei essa música da polenta, acho que vou utilizá-la no desafio do meu outro blog, em breve.

4 amigas na cozinha disse...

Akemi,
Que maravilha unir música à gastronomia!!
Adoramos a receita com sagu, parece deliciosa!
Um beijo,
Fernanda, Leda, Jacqueline e Jack
4amigasnacozinha.blogspot.com

Anônimo disse...

Akemi:
Jah fiz sagu vaaarias vezes mas nw acerto: sempre sobram bolinhas cruas.... tentarei fazer seguindo sua receita.
Adorei a ideia de evaporar o alcool. Nas vezes que usei vinho, ficou "sagu bebado" rsrsrs
agradeco mais uma vez por compartilhar tanta coisa boa: comidinhas e alto astral!!
bjxx

Mamy Lu disse...

Oi Akemi!

Que delícia encontrar nesse seu cantinho essas suas doces lembranças que também me trazem ótimas recordações...

Fiz essa mesma viagem ano passado, em junho e estava com a minha menininha na barriga. Infelizmente não pude me deliciar com todas as maravilhas culinárias pois estava passando muito mal, enjoava com tudo! rsrs!!

Adoro seu cantinho!
Parabéns!

Yurika

Marisa disse...

Akemi, parei no teu blog por acaso, em busca de receita de sagú: moro na Malásia e agora que meu filho completou 16 meses, achei que estava na hora de comer esta sobremesa da minha infância em Sao Paulo. Tua receita nao podia ser mais japonesa; precisa, minuciosa...e deliciosa! Fiz um ajustezinho, que foi colocar canela em pó junto ao suco (fiz um mix de suco de uva e de maça); estao os dois na geladeira para servir no lanche da tarde. Muito, muito obrigada pela receita do creme de ovos - ficou perfeito! (nao resisti à panela suja...).

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails