sexta-feira, setembro 21, 2007

Na mata


Olhando estas fotos agora quase me esqueço do sufoco que foi este passeio em Okinawa. O lugar é realmente muito bonito e vale a pena conhecer! Só precisa de um bocadito de fôlego, coisa que está em falta nesta sedentária aqui! rsss
Quando vimos uma placa na estrada indicando uma cachoeira, não pensamos duas vezes em ir conferir o local. É frequentado principalmente por nativos que vão acampar, fazer churrasco ou simplesmente se refrescar na tal cachoeira.


Uma placa informava que a cachoeira se encontrava a 700m do ponto onde estávamos. Não muito perto mas também não tão longe para nos desencorajar. E lá fomos nós mata adentro...


As primeiras escadarias que apareceram foram percorridas sossegadamente, apesar de serem bem íngremes como vocês podem perceber. O problema é que foi uma sucessão interminável de subidas e descidas, algumas pontes e vez ou outra, trechos retos para recuperarmos o fôlego. Quando achávamos que estávamos chegando na cachoeira, mais escadarias. Sobe e desce, sobe e desce. Afeee!!! Nunca subi no Monte Fuji mas desconfio que seja algo parecido. Meu coração chegou na boca, achei que ia ter um piripaque! Pensei em desistir e voltar pelo menos umas duas vezes.


Foi preciso também tomar muito cuidado nos degraus e nas pontes. Em muitos pontos, a madeira já estava podre, deixando buracos perigosos para os mais distraídos.


Ver estes trechos lindos do rio que percorria abaixo da trilha me incentivava a continuar. Além do que muitos idosos nos ultrapassavam e subiam num fôlego só! Seria uma vergonha total se eu não conseguisse, ne? rsss


E finalmente a cachoeira! Depois de uma pequena pausa para nos refrescar, tomamos o caminho de volta, que é o MESMO! Acredito que paguei todos os pecados neste passeio. Cheguei esgotada, as pernas já dobrando sozinhas! rsss
Acho que deveria ter tomado um gole da bebida abaixo, habushu (saquê com cobra venenosa, típico de Okinawa). Dizem ser um poderoso energético. Mas pensando bem, creio que não tenho coragem nem de experimentar! O preço também não é dos mais convidativos. Este vidro deveria ter uns 5 litros e custava o equivalente a US$600!!! Alguém se habilita a provar??? :-D

17 comentários:

Cinara disse...

Pelo que vejo, as subidas e descidas valeram a pena, não, amiga? Que cachoeira mais linda! E suas fotos estão dignas de uma revista de turismo, magníficas! Mas o saquê com a cobra dentro eu dispenso, obrigada... :oD Beijos e bom final de semana!

Laurinha disse...

No, thanks!
Qto ao passeio, bem, me avise antes para eu fazer um joggins antes, ok!
Que fotos lindas, a do rio é de tirar o folego, sabe que depois de ler tudo voltei nela para dar uma nova espiadinha!
Beijinhos,

Letrícia disse...

Depois dos seus posts, Okinawa já entrou na minha lista de destinos para conhecer quando tiver muito dinheiro e tempo livre para viajar (hum, pena que isso vai demorar :-P).

Quanto ao saquê... ah, se me oferecessem um golinho sem me mostrar o vidro com a cobra dentro, eu até encararia. Mas depois de ver essa bichona com a boca aberta... curuzes.

Beijos e bom final de semana!

Julia Valsecchi disse...

Está de parabéns pelas fotos deste belo lugar, já este saquê never.... Beijos

Nani do Paulo disse...

Nossa mais o lugar é muito lindo!!!

valentina disse...

que lugar lindo mesmo amiga. cada vez fco mais encantada. Quando a esta bebida com cobra, no Vietnã sempre encontravamos umas garrafas com varias cobras.; o )

Eliana Scaramal disse...

Amiga eu sei que caminhada te consumiu um tanto mas vale a pena né?! Que lugar lindo!! :)

Migas disse...

Hummm...eu também não dizia que não a esse passeio...nas minha últimas férias também fiz uma grande caminhada até ao Vesúvio (Itália) e apesar do cansaço acho que vale a pena! :o) Estou a gostar muito de conhecer um pouco mais desse maravilhoso país!

O lagartinho, também acho que ficava quietinho lá na garrafa!

márcia disse...

puxa... que lugar nota 10!!! eu ia adorar caminhar por la!!! pena que é tao longe... snif... snif...

Karen disse...

Que água limpinha!

Cris disse...

Então valeu a pena o esforço! Eu também passo a bebida. :-) Bjs e bom final de semana!

Silvia Arruda disse...

Que lugar bonito! Eu tb preciso de fôlego para fazer trilhas!! hehe
Odeio academia e preciso encontrar algo que faça eu queimar umas calorias sem ser tão estressante! hahaha

Nina disse...

A beleza do lugar valeu a falta de fôlego, né?
Eu aceitaria um golinho deste sake de cobra, mas só um golinho!
bjo.

CLAUDIA LIMA disse...

Adorei seu blog... Já te adicionei!!! Bjus.

Dinha disse...

Akemi que paraíso, as fotos estão lindas, a foto onde menciona o rio que percorre abaixo da trilha é um encanto, deu até vontade de entrar naquela água tão transparente...

Cláudia disse...

Adorei o camping, com estes platôs de madeira para colocar a barraca. Muito bom em caso de chuva. O lugar é lindo mesmo. Mas a cobra, só de ver fico arrepiada, dispenso.
bjs

Cissa disse...

Olá Akemi.
Estou xeretando o seu blog e estou adorando. Fui dekassegui também, mas voltei em 99. Morei no Japao de 96 a 99 só. Não conheci muito porque tudo era muito caro, mas subi o Monte Fuji. Nós vamos de carro até 2700 metros de altura e o restante é a pé, apenas 1000 metros. Mas a subida não é em linha reta e nem poderia. A gente vai ziguezagueando por trilhas e é uma fila de gente subindo. São 12 paradas, e a gente já começa da parada numero 7. O engraçado é que a maioria das paradas da para ver a luz lá em cima e parece perto, mas não vemos o caminho, porque temos de subir a noite. Daí vamos indo, indo, indo e parece que nunca chega. Quando atingimos uma parada e damos sorte dessa estar aberta, dá para descansar, tomar água, se tiver ochá ou ramém. Mas vale a pena chegar lá em cima, o nascer do sol mais lindo que já vi na minha vida. Pena que peguei um dia chuvoso e não consegui ver as cidades lá de cima, só vi nuvens.
E como dizem lá no Japão, quem nunca subiu o Monte Fuji é baka, mas quem subiu mais de uma vez é baka também. Então, eu fui apenas uma vez. Grande beijo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails